Dois jogos deram sequência à Conferência Sul/Sudeste da Liga Nacional Feminina de Handebol nesta quinta-feira (17). Entre as equipes que entraram em quadra estava o atual campeão E.C. Pinheiros, que estreou com vitória por 23 a 19 (13 a 12 no primeiro tempo), em casa, contra a UnC/Concórdia (SC).
A equipe paulista contou com o apoio da torcida no Ginásio Henrique Vilaboim e viu Isabelle Medeiros ser a artilheira da noite ao anotar sete gols. Esta foi a segunda partida de Concórdia na competição. Na estreia, no fim de julho, as catarinenses bateram a Apahand/UCS/Farroupilha (RS) por 25 a 24.
Também nesta quinta, o FCC/FAG/ACH/Cascavel (PR) levou a melhor contra P.M. Maringá/Unimed/Unicesumar (PR) no clássico paranaense por 27 a 25 (12 a 13 no primeiro tempo). Mariana Brembatti, de Cascavel, terminou com sete gols marcados na partida que marcou a estreia das duas equipes na Conferência.
A Conferência Sul/Sudeste retorna no próximo sábado (19), com mais dois jogos, ambos às 15h: UNIP/São Bernardo (SP) x E.C. Pinheiros (SP) e Apahand/UCS/Farroupilha (RS) x P.M. Maringá/Unimed/Unicesumar (PR).
As quatro melhores equipes da região vão se classificar para a segunda fase da Liga Nacional, juntando-se a duas da Conferência Norte, duas da Nordeste e duas da Centro-Oeste. Os dez times serão divididos em duas chaves. Chave A: 1º Sul-Sudeste; 4º Sul-Sudeste; 2º Nordeste; 2º Norte e 1º Centro-Oeste. Chave B: 2º Sul-Sudeste, 3º Sul-Sudeste, 1º Nordeste, 1º Norte e 2º Centro-Oeste. Cada grupo terá partidas disputadas em sede única, definida por estrutura local e ranqueamento.
Até agora, os únicos classificados para a segunda fase são da Conferência Centro-Oeste, que foi realizada em fase única em Anápolis (GO): AAA UNB/Handebol (DF) e Força Atlética/Estácio de Sá/Gov. De Goiás (GO) garantiram as vagas da região.

A Conferência Nordeste da Liga Nacional Feminina de Handebol tem início com a realização do primeiro turno da fase classificatória de sexta-feira (18) a domingo (20). Ao todo, sete equipes estão  divididas em duas chaves.

No grupo A, as participantes são: Português/Aeso (PE), BPE/Santa Cruz (PE) e Banese/Fênix (SE). Os jogos serão realizados em Igarassu (PE), no Ginásio Jota Raposo, e a partida de estreia é nesta sexta, às 14h30, entre BPE/Santa Cruz (PE) e Banese/Fênix (SE).

Já os times que integram a chave B são: Fortaleza/IFCE (CE), Handebol Maracanã (CE), LDC (CE) e Moto Club/ISDH (MA). Todas as partidas ocorrerão em Fortaleza (CE), no Ginásio do IFCE. Nesta sexta, estão marcados dois jogos: às 18h, o duelo é entre Handebol Maracanã (CE) e Moto Club/ISDH (MA), já às 19h30, é a vez de Fortaleza/IFCE (CE) x LDC (CE).

Campeão da Conferência Nordeste em 2016, o Português espera repetir o feito neste ano e ser um dos destaques na sequência da competição. “Nossa expectativa é ratificar nossa condição de ter conquistado a Conferência ano passado para, mais uma vez, chegar nesse estágio e nos credenciarmos para a segunda fase da Liga Nacional. Esse é nosso principal objetivo. Assim como no ano passado, estamos nos cobrando para sermos campeões da Conferência para depois darmos um voo mais alto na liga, que é sair do quinto lugar do ano passado para ficar entre os quatro neste ano. Nosso planejamento é tentar vencer a conferência e depois tentar ir para as semifinais e saltar um degrau do que fizemos no ano passado”, explicou o técnico Cristiano Rocha.

Após o fim do primeiro turno da fase classificatória, as equipes voltam a se encontrar no segundo turno. Na sequência, as duas melhores colocadas de cada chave avançam às semifinais, sendo que as finalistas garantem as duas vagas da Conferência Nordeste na segunda fase da Liga Nacional e se juntam a quatro equipes da Conferência Sul-Sudeste, duas da Norte e duas da Centro-Oeste.

Os dez times serão divididos em duas chaves. Chave A: 1º Sul-Sudeste; 4º Sul-Sudeste; 2º Nordeste; 2º Norte e 1º Centro-Oeste. Chave B: 2º Sul-Sudeste, 3º Sul-Sudeste, 1º Nordeste, 1º Norte e 2º Centro-Oeste. Cada grupo terá partidas disputadas em sede única, definida por estrutura local e ranqueamento.

Até agora, os únicos classificados para a segunda fase são da Conferência Centro-Oeste, que foi realizada em fase única em Anápolis (GO): AAA UNB/Handebol (DF) e Força Atlética/Estácio de Sá/Gov. De Goiás (GO) garantiram as vagas da região.

1º turno da Conferência Nordeste / Liga Nacional Feminina

Chave A: Português/Aeso (PE); BPE/Santa Cruz (PE); Banese/Fênix (SE).
Chave B: Fortaleza/IFCE (CE); Handebol Maracanã (CE); LDC (CE); Moto Club/ISDH (MA).

TABELA

18 de agosto
14h30 – BPE/Santa Cruz (PE)x Banese/Fênix (SE)
18h00 – Handebol Maracanã (CE) x Moto Club/ISDH (MA)
19h30 – Fortaleza/IFCE (CE) x LDC (CE)

19 de agosto
14h30 – Português/Aeso (PE) x Banese/Fênix (SE)
17h00 – Handebol Maracanã (CE) x LDC (CE)
18h30 – Fortaleza/IFCE (CE) x Moto Club/ISDH (MA)

20 de agosto
10h00 – LDC (CE) x Moto Club/ISDH (MA)
11h30 – Fortaleza/IFCE (CE) x Handebol Maracanã (CE)
14h30 – Português/Aeso (PE) x BPE/Santa Cruz (PE)

Serviço

1º turno da Conferência Nordeste / Liga Nacional Feminina
Data: 18 a 20 de agosto
Locais: Ginásio Jota Raposo
R. Joaquim Nabuco – Centro – Igarassu (PE)

Ginásio do IFCE
Av. 13 de maio, 2081 – Fortaleza (CE)

Galera, quase deixei passar. Ontem, 17 de agosto, este blog completou 7 anos de atividades. Dentro do possível, vocês sabem que procuro manter esse espaço sempre atualizado, com informações relevantes e que ajudem a divulgar a modalidade em nosso país.

Falando não só do handebol na minha cidade, Taubaté (SP), mas também dando destaque às atividades das Seleções Brasileira, em suas diversas categorias, construí uma grande rede de amigos que compartilham comigo esse amor pelo Handebol.

Só tenho a agradecer pela confiança e pelos acesso e curtidas no material do blog. Seguirei sempre trabalhando para colaborar com o engrandecimento do Handebol em nosso país.

Obrigado, e que mais anos de atividade venham por aí!

Ronaldo Casarin
Editor e fundador deste blog.

319087_722902_image_web_

O Brasil encerrou com um bom desempenho a participação no Mundial Juvenil Masculino de Handebol, nesta quinta-feira (17), na Geórgia. A equipe venceu os donos da casa, no jogo que valia o 19° lugar, por um amplo placar: 32 a 23 (16 a 14 no primeiro tempo). A posição final da equipe na competição não foi a planejada, porém, conforme ressalta a comissão técnica, o campeonato foi muito importante para o ganho de experiência dos atletas.

Com relação à partida, o treinador Washington Nunes, disse que a equipe teve dois momentos, o de um primeiro tempo bem inconstante e um segundo com bastante foco. “A equipe no primeiro tempo teve um nível de concentração muito baixo. Cometemos muitas falhas defensivas e o jogo ficou bastante equilibrado e com dificuldade de planejar as ações de ataque e defesa”, contou.

“Na segunda parte conseguimos modificar totalmente esse cenário. Eles voltaram mais concentrados, fizeram ações mais interessantes e cumpriram a proposta de jogo como combinado, com um trabalho defensivo muito bom. Conseguimos sair no ataque, terminando essa partida com uma diferença de gols que imaginávamos que poderíamos ter contra esse adversário”acrescentou Washington.

Ele destaca o crescimento da equipe ao longo do campeonato, jogando de igual para igual com países de grande tradição na modalidade e ressalta que foi uma grande experiência para os atletas. “Dentro do projeto que temos, sempre buscamos situações em que hajam aprendizagem. Espero que para esses meninos, esse campeonato tenha servido para trabalhar com mais intensidade para futuramente podermos colher frutos. Acho que a participação do Brasil poderia ter sido melhor, não fosse na primeira fase o jogo bem equilibrado com a Coreia. Poderíamos ter jogado oitavas de final, mas acho que dentro do que pudemos competir nos últimos jogos, mostramos evolução e isso nos deixa bem satisfeitos”, concluiu o técnico.

Gols do Brasil – Tarcísio (12), Gustavo (6), Marcos (3), Guilherme Torriani (3), Pedro (2), Ronaldo (2), Maycon (2), Edney (1) e Allefer (1).
Programação – grupo C
*Horario de Brasília
Terça-feira (8)
Croácia 30 x 30 Portugal
Polônia 26 x 22 Argentina
Coreia do Sul 35 x 33 Brasil
Quinta-feira (10)
Portugal 30 x 28 Argentina
Coreia do Sul 33 x 31 Croácia
Polônia 29 x 25 Brasil
Sexta-feira (11)
Croácia 33 X 28 Polônia
Argentina 17 X 22 Brasil
Portugal 33 x 24 Coreia do Sul
Domingo (13)
Argentina 27 x 44Coreia do Sul
Brasil 24 x 40 Croácia
Polônia 22 x 24 Portugal
Segunda-feira (14)
9h – Polônia x Coreia do Sul
Brasil 27 x 26 Portugal
13h – Croácia x Argentina
Presidents Cup
Quarta-feira (16)
Brasil 26 x 27 Sérvia
Quinta-feira (17)
Brasil 32 x 23 Geórgia

Dois jogos darão sequência à Conferência Sul/Sudeste da Liga Nacional Feminina de Handebol nesta quinta-feira (17). Às 20h, FCC/FAG/ACH/Cascavel (PR) e P.M. Maringá/Unimed/Unicesumar (PR) estreiam na competição e fazem o clássico paranaense, enquanto E.C. Pinheiros (SP) e UnC/Concórdia (SC) se enfrentam às 20h30.

Em Cascavel, as donas da casa voltarão a disputar a competição após três anos e esperam casa cheia no Ginásio Neva. “Estamos retornando à Liga Nacional e realizamos investimento em algumas atletas de outros estados procurando fazer uma boa participação no torneio. Sabemos do favoritismo das grandes equipes da Conferência Sul/Sudeste, mas vamos representar bem nossos investidores. Quanto ao clássico estadual, Maringá vem melhor arrumado em quadra por ter um elenco formado há mais tempo e, para mim, é o favorito ao resultado. Vamos para o jogo e esperamos um bom número de pessoas nos apoiando no ginásio”, disse o técnico Neudi Zenatti.

Do outro lado da quadra, a equipe de Maringá dará início à primeira participação na Liga Nacional. “Atualmente, é o clássico do handebol feminino no Estado. Fomos campeões nos abertos de 2015 e, em 2016, Cascavel ganhou o estadual. Os nossos jogos são sempre equilibrados. Esta será nossa primeira participação na Liga Nacional, então a expectativa é iniciarmos com vitória. Melhoramos a preparação física e, com isso, conseguimos equilibrar melhor o nosso jogo. As atletas estão focadas e motivadas. Nossa equipe é nova, mas tem grande disposição para lutar”, afirmou o treinador Valmir Fassina.

Já em São Paulo, no Ginásio Henrique Vilaboim, o Pinheiros dará início à caminhada para defender o título inédito conquistado no ano passado. O técnico Alex Aprile alerta para a importância de não perder pontos em casa contra Concórdia. “A expectativa é de um jogo muito complicado por se tratar de uma equipe muito tradicional, que vem fazendo as finais nos últimos anos, e também por ser uma competição de turno único. Se no primeiro jogo, que é em casa, a gente perder pontos, podemos nos complicar no restante da competição. Toda atenção é pouca, o campeonato não permite erros, e a gente já começa em um jogo complicadíssimo”, declarou.

Das equipes que entram em quadra nesta quinta, Concórdia é a única que já estreou na atual edição da Liga. O time, que ficou na quarta colocação em 2016, realizou seu primeiro jogo no fim de julho com vitória em casa por 25 a 24 contra a Apahand/UCS/Farroupilha (RS).

“A preocupação, além claro, da equipe que vamos enfrentar, é com o nosso ritmo de jogo. Será uma partida muito difícil, pois o Pinheiros conseguiu manter sua base, joga em casa, tem um grande treinador no comando e já está em um ritmo de competição bem maior que o nosso”, disse o treinador Alexandre Schneider.

319015_722731_image_web_

O Brasil fez mais um jogo bastante equilibrado pelo Mundial Juvenil Masculino de Handebol, realizado na Geórgia. Contra a Sérvia, a equipe levou o placar gol a gol todo o tempo, mas acabou sendo superada por 27 a 26 (13 a 13 no primeiro tempo).

O resultado leva o time verde e amarelo a disputar a 19ª posição do campeonato. Os próximos adversários serão os donos da casa, que hoje perderam para a Noruega. A partida está marcada para esta quinta-feira (17), às 2h30 (horário de Brasília).

O técnico Washington Nunes afirma que o Brasil teve uma boa postura durante a partida. “Tivemos um jogo bastante competitivo. A postura de competição foi boa, mas o ataque teve muita dificuldade. Eles abriram uma parcial de 5 a 1. A partir daí, passamos a jogar com dois pivôs e sete atletas em quadra, conseguimos equilibrar e empatar. Na segunda parte conseguimos continuar com esse projeto e foi funcional, até termos uma superioridade de dois gols. Só que alguns erros de finalização foram vitais para que mantivéssemos o placar à frente.”

Ele conta que o final do jogo foi crucial para o resultado. “Nos últimos dez minutos tivemos algumas dificuldades em jogar sete contra seis e voltamos ao seis contra seis. Criamos alternativas importantes. Perdemos bolas fáceis como tiros de sete metros, bola de contra-ataque e uma bola na ponta que poderia ter levado a disputa para os sete metros”, acrescentou.

Para o técnico, mesmo a equipe não tendo conseguido alcançar um resultado melhor no campeonato, o aprendizado que os atletas levarão para casa conta muito. “Mais uma vez afirmamos que a ideia é fazer com que esses meninos ganhem maturidade. Acho que hoje foi um bom dia. Jogamos contra um grande da Europa e competimos bem. Evidentemente ninguém está satisfeito por ter pedido a partida, mas levando em conta que nosso objetivo é fazer com que os meninos aprendam, hoje foi um bom aprendizado. Não vamos disputar a posição que queríamos, mas vamos jogar tudo contra a Geórgia para garantir o 19° lugar”, finalizou.

Gols do Brasil – Leandro (7), Guilherme Torriani (7), Pedro (6), Guilherme Moraes (2), Edney (1), Gustavo (1), Tarcísio (1) e Maycon (1).

Programação  e resultados – grupo C
*Horario de Brasília
Terça-feira (8)
Croácia 30 x 30 Portugal
Polônia 26 x 22 Argentina
Coreia do Sul 35 x 33 Brasil
Quinta-feira (10)
Portugal 30 x 28 Argentina
Coreia do Sul 33 x 31 Croácia
Polônia 29 x 25 Brasil
Sexta-feira (11)
Croácia 33 X 28 Polônia
Argentina 17 X 22 Brasil
Portugal 33 x 24 Coreia do Sul
Domingo (13)
Argentina 27 x 44Coreia do Sul
Brasil 24 x 40 Croácia
Polônia 22 x 24 Portugal
Segunda-feira (14)
9h – Polônia x Coreia do Sul
Brasil 27 x 26 Portugal
13h – Croácia x Argentina
Presidents Cup
Quarta-feira (16)
Brasil 26 x 27 Sérvia
Quinta-feira (17)
2h30 – Brasil X Geórgia

Medalhista olímpico realizará Curso Internacional de Handebol de quinta-feira (17) a sábado (19)

318960_722632_duenas_web_

O espanhol Jorge Dueñas chegou ao Brasil para iniciar o trabalho como novo técnico da Seleção Feminina de Handebol. Antes, porém, ele realizará o Curso Internacional de Handebol, voltado a professores e treinadores brasileiros. Goiânia é a primeira cidade a receber as atividades e já vive a expectativa com a programação, que vai de quinta-feira (17) a sábado (19).

Segundo Junio de Souza, presidente da Federação Goiana de Handebol, todos estão ansiosos para o curso. “A vinda do Dueñas vai ser excelente. A movimentação e a expectativa estão grandes. Vamos aprender e ver as ideias dele para a Seleção Feminina, e as atletas também estão animadas para, quem sabe, conseguirem uma vaga lá na frente. Esperamos que esse momento dê um upgrade nas equipes, que fiquem ainda mais animadas, porque nós estamos fazendo muitas coisas e isso tem ajudado. Acabamos de concluir a Conferência Centro-Oeste da Liga Nacional e estamos com uma equipe no masculino e outra no feminino classificadas para a segunda fase. Vamos fazer cada vez mais as coisas com qualidade e esse curso será a cereja do bolo para nós”, disse Junio.

O conteúdo prático e teórico aborda fundamentos como a defesa, o papel do pivô, inferioridade numérica, sistemas de ataque, entre outros. “Durante o curso, apresentarei algumas das minhas ideias de jogo que irei realizar com a Seleção. São ideias defensivas mais ativas, ideias ofensivas de jogo mais dinâmico, uma metodologia de ensino na formação de jogadoras e novas tendências de jogo de ataque e defesa”, explicou o técnico medalhista olímpico.

As explicações técnicas contarão com a participação de atletas, indicadas pelos clubes e pela federação local. Com isso, o treinador terá também a oportunidade para observar jogadoras que podem futuramente integrar a Seleção.

Em Goiânia, as vagas já foram preenchidas. Ao todo, 69 professores se inscreveram e outras 24 atletas também vão participar. Nos três dias, a programação será dividida em dois períodos. Pela manhã, as atividades iniciam às 8h30 e vão até às 12h, depois ocorre a pausa para o almoço, e as aulas retornam à tarde, das 14h30 às 18h30.

Depois de Goiânia, Dueñas realizará o curso em Florianópolis (SC), de 21 a 23 de agosto, Manaus (AM), de 25 a 27, e Maceió (AL), de 29 a 31. Cada curso terá duração de três dias, e os professores que tiverem interesse em participar podem fazer inscrição nas federações de cada estado.

Serviço
Curso Internacional de Handebol
Data: 17 a 19 de agosto
Local: Centro de Excelência
Av. Parananiba, s/n – Centro – Goiânia (GO)

Contatos
FEDERAÇÃO GOIANA DE HANDEBOL
Rua 74 n° 193 – Centro
74045-020 Goiânia/GO
Tel/Fax (62) 3213.6072 / 3224.2019 / 3203.1895
contato@handebolgoiano.com.br

FEDERAÇÃO CATARINENSE DE HANDEBOL
Rua: Júlio Boppré, nº 2326 Oficinas
88702-360 Tubarão / SC
Tel/Fax: 48-3622-6275/9947.3290 / 8427.1770
fchb@fchb.com.br – www.fchb.com.br

LIGA DE HANDEBOL DO AMAZONAS
Av. Constantino Nery nº 130 – Sala 103 – Ginásio Renée Monteiro – Bairro São Geraldo
69010-000 Manaus/AM
Tel: ( 92) 99335.3686
ligadehandeboldoamazonas@gmail.com

FEDERAÇÃO ALAGOANA DE HANDEBOL
Av. Siqueira Campos s/n Estádio Rei Pelé, sl. 48 Térreo – Trapichão
57010-645 Maceió/AL
Tel/Fax: (82) 99630-1000
alagoashandebol@yahoo.com.br – www.alagoashandebol.com.br