Samira Rocha, melhor ponta esquerda do Pan-Americano

Samira Rocha, melhor ponta esquerda do Pan-Americano

O Pan-Americano de Handebol de Havana terminou com a Seleção Feminina campeã depois de um jogo eletrizante contra as cubanas, na noite desta quinta-feira (28).

Além do título, três atletas brasileiras levaram para casa o prêmio de melhor jogadora da posição. Jéssica Oliveira foi considerada a melhor goleira, Jaqueline Anastácio a melhor armadora esquerda e Samira Rocha a melhor ponta esquerda.

Para Samira, a premiação foi uma surpresa. “Realmente não esperava ser premiada. Quebrei o dedinho da mão direita no jogo contra o Paraguai e joguei muito pouco na fase decisiva. Vim para cá com esse objetivo de ser a melhor ponta esquerda, mas depois da minha lesão no dedo pensei que não daria mais. Fico feliz por ter ajudado a equipe enquanto foi possível”, afirmou.

Jaqueline Anastácio, melhor armardora esquerda do Pan-Americano

Jaqueline Anastácio, melhor armardora esquerda do Pan-Americano

Já Jaqueline, ficou muito contente pela conquista. “Foi uma sensação maravilhosa. O objetivo principal era contribuir com o grupo. Acredito que eu me doando para a equipe e recebendo o apoio de todo mundo ajudou bastante. Mas, com certeza, não conquistei sozinha. Todas as meninas me ajudaram a ganhar esse título”, disse.

Enquanto isso, Jéssica Oliveira falou da grande responsabilidade que carregava. “Foi o meu segundo campeonato oficial com a Seleção Adulta, mas o primeiro que realmente pude jogar. A gente vem com a responsabilidade de ganhar pelos bons resultados do Brasil nas últimas competições. Senti um pouco de pressão, mas estou feliz pelo prêmio e pelo campeonato”, declarou.

Jéssica Olivera, melhor goleira do Pan-Americano

Jéssica Olivera, melhor goleira do Pan-Americano

Além das brasileiras, as cubanas Glennis Reyes e Eyatne Rizo ganharam, respectivamente, o prêmio de melhor ponta-direta e melhor central, a argentina Antonela Mena foi a melhor pivô e a porto-riquenha Nathaly Ceballo a melhor armadora direita. A Federação Pan-Americana não fez eleição para a melhor jogadora da competição.

Anúncios