Arquivos para categoria: Mundial Júnior Masculino

O Brasil fechou a participação no Mundial Júnior Masculino de Handebol com a 18ª colocação. Nesta quinta-feira (27), a equipe fez o último jogo do campeonato, disputado na Argélia, contra o Egito e foi superado por apenas um gol: 28 a 27 (16 a 14 no primeiro tempo). A partida valeu pela Presidents Cup, que definia as posições de 17° a 24° lugares.

317564_718774_image_web_

A última partida da competição foi bastante disputada, os adversários garantiram uma pequena vantagem no primeiro tempo, mas os brasileiros não desistiram em nenhum momento e levaram o jogo igualado todo o tempo. Mais uma vez, a defesa foi o diferencial do time.

Segundo o técnico Hélio Lisboa Justino, o Helinho, a avaliação geral foi positiva, apesar do Brasil não ter avançado às oitavas de final como era o planejado. “A equipe se comportou muito bem, principalmente na parte defensiva. Cometemos erros em alguns jogos, mas defensivamente fomos muito bem. Na primeira fase terminamos como a melhor defesa da competição, junto com a Islândia. Isso mostra que o trabalho desenvolvido e a filosofia implantada defensivamente está correta”, pontuou.

“Acho que vamos aos poucos melhorando. De uma maneira geral, faço uma avaliação positiva apesar do resultado não ter sido o que queríamos, mas gostei do que o time apresentou no campeonato”, acrescentou.

Anúncios

O Brasil conquistou uma vitória sobre a Arábia Saudita, nesta quarta-feira (26), pela Presidents Cup do Mundial Júnior Masculino de Handebol, na Argélia. A equipe entrou muito bem em quadra e fechou o placar com uma larga vantagem: 41 a 20 (23 a 13 no primeiro tempo). Agora, a Seleção irá enfrentar o Egito, amanhã, para definir se fica em 17° ou 18° lugar.

317460_718348_image_web_

Os atletas entraram em quadra bastante focados e conseguiram fazer um jogo rápido, colocando em prática a defesa forte, característica da equipe, para vencer os sauditas. A vantagem no placar foi conquistada logo no início e com um confronto bastante regular, o Brasil conseguiu levar assim o marcador até o final, sem muito trabalho.

“O jogo foi relativamente tranquilo. Defensivamente, jogamos muito bem e isso deu essa diferença no placar. A equipe estava concentrada. Conseguimos colocar a cabeça no lugar após o jogo com a Macedônia”, comentou o técnico Helio Lisboa Justino, referindo-se à desclassificação da equipe após a primeira fase. “Sabíamos que tínhamos que continuar trabalhando e isso facilitou um pouco”, completou.

Os egípcios, próximos oponentes do Brasil na competição, devem impor algumas dificuldades para a equipe, segundo o treinador. “Amanhã, temos um jogo contra o Egito, que ganhou por um gol da Coreia do Sul. É uma equipe forte e bastante rápida. Deve ser bem parecido com a Tunísia. Se defensivamente conseguirmos jogar bem, acredito que o nosso jogo encaixe.”

Ainda no primeiro tempo do duelo de hoje, o armador João Guilherme Perbelini sofreu um entorse no joelho e fará uma ressonância para verificar a lesão. “Perdemos mais um lateral esquerdo. O Peberlini se machucou e estamos só com um armador na posição. Vamos ter que usar um central para fazer essa função, mas vamos tentar fazer nosso melhor”, finalizou Helinho.

Gols do Brasil – Guilherme Silva (5), Marcos Vinicius (5), Gabriel (5), Edney (4), Guilherme Torriani (4), Leonardo Abrahão (3), Cauê (3), Pedro Paulo (3), André (2), Márcio (2), Patrick (1), Rangel (1) e João Guilherme (1).

Terça-feira (18)
Espanha 29 x 21 Brasil
Tunísia 50 x 17 Burkina Faso
Macedônia 29 x 22 Rússia
Quinta-feira (20)
Brasil 36 x 29 Tunísia
Espanha 31 x 26 Rússia
Macedônia 48 x 20 Burkina Faso
Sexta-feira (21)
Rússia 23 x 20 Brasil
Espanha 38 X 12 Burkina Faso
Tunísia 32 X 27 Macedônia
Domingo (23)
Tunísia 29 X 29 Rússia
Espanha 36 X 25 Macedônia
Brasil 37 X 17 Burkina Faso
Segunda-feira (24)
Espanha 25 X 21 Tunísia
Rússia 45 X 9 Burkina Faso
Macedônia 28 X 23 Brasil
Quarta-feira (26)
Presidents Cup
Brasil 41 X 20 Arábia Saudita
Quinta-feira (27)
Brasil X Egito

O Brasil enfrenta a Arábia Saudita, nesta quarta-feira (26), pela Presidents Cup do Mundial Júnior Masculino de Handebol, na Argélia. A competição é destinada às equipes que não avançaram às oitavas de final e decide do 17° ao 24° posto. O confronto está marcado para às 7h45 (horário de Brasília).

A Seleção, que fazia parte da chave C, terminou a fase classificatória na quinta posição. Durante o percurso, foi superada pela Espanha na estreia por 29 a 21, depois venceu a Tunísia (36 a 29) no jogo seguinte, perdeu para a Rússia (23 a 20), derrotou Burkina Faso por 37 a 17 e, por último, sofreu outro resultado negativo contra a Macedônia por 28 a 23.

“Fizemos um treino agora há pouco de olho no jogo de amanhã, trabalhando um pouco dessa parte defensiva em cima das ações que eles fazem. Vai ser um jogo tão duro como os outros. Eles têm um biótipo bem parecido com o nosso e jogam 5:1 e 6:0. Treinamos algumas ações para surpreendê-los em determinadas situações de jogo”, revelou o técnico Helio Lisboa Justino, o Helinho.

Ele afirma que o importante agora é levantar a cabeça e buscar o melhor resultado possível. “Sempre tomamos um baque depois de uma derrota, mas temos que levantar o ânimo do pessoal. Nosso objetivo era classificar para as oitavas e não foi possível, mas já conseguimos reconstruir de novo a equipe. Amanhã, temos mais um jogo forte e vamos tentar fazer o nosso melhor dentro de quadra. A ideia é que saiamos com a vitória e ver quem pegamos depois. Vai ser um confronto difícil e vamos ver como a equipe vai se comportar para que tenhamos um bom fim de campeonato.”

Dependendo do resultado da próxima partida, o Brasil faz um último jogo contra Egito ou Coreia do Sul, que também jogam nesta quarta-feira.

Terça-feira (18)
Espanha 29 x 21 Brasil
Tunísia 50 x 17 Burkina Faso
Macedônia 29 x 22 Rússia
Quinta-feira (20)
Brasil 36 x 29 Tunísia
Espanha 31 x 26 Rússia
Macedônia 48 x 20 Burkina Faso
Sexta-feira (21)
Rússia 23 x 20 Brasil
Espanha 38 X 12 Burkina Faso
Tunísia 32 X 27 Macedônia
Domingo (23)
Tunísia 29 X 29 Rússia
Espanha 36 X 25 Macedônia
Brasil 37 X 17 Burkina Faso
Segunda-feira (24)
Espanha 25 X 21 Tunísia
Rússia 45 X 9 Burkina Faso
Macedônia 28 X 23 Brasil
Quarta-feira (26)
Presidents Cup
7h45 – Brasil X Arábia Saudita

Agora, o Brasil disputará, na próxima quarta-feira (26), a Presidents Cup, entre os times que não se classificaram para as oitavas de final.

A Seleção Júnior Masculina de Handebol foi superada pela Macedônia, nesta segunda-feira (24), por 28 a 23 (14 a 11 no primeiro tempo) no Campeonato Mundial da categoria, disputado na Argélia. O confronto foi o último da equipe brasileira na etapa classificatória pelo grupo C da competição.

O Brasil foi para o intervalo com a desvantagem de três gols no placar, mas se recuperou no segundo tempo e até chegou a liderar por 22 a 21, no entanto, acabou superado no final.

Com o resultado, a Seleção terminou na quinta colocação da chave, com quatro pontos. Enquanto a Macedônia ficou em segundo, com seis pontos. Os quatro primeiros de cada chave avançam para as oitavas de final.

“Sabíamos que ia ser um jogo duro e difícil. A equipe da Macedônia tinha um bom potencial de chute. Conseguimos manter a defesa alta no primeiro tempo, mas cometemos alguns erros no espaço de primeiro e segundo. Eles tiveram uma vantagem no placar do jogo. No intervalo, pedi para os jogadores mudarem um pouco, baixarem um pouco mais as diagonais, tentarem agredir mais defensivamente e faltou um pouco de chute de fora no primeiro tempo”, disse o técnico Helio Lisboa Justino, o Helinho.

“No segundo tempo, quando voltamos, eles chegaram a abrir cinco gols, mas conseguimos reverter, empatar e passar à frente. Esse era um momento decisivo, e acabamos falhando em algumas bolas um pouco mais cruciais no jogo quando estava 22 a 22. Erramos um arremesso para o gol e depois cometemos quatro erros infantis botando a diferença em cinco gols, que não foi a realidade do jogo”, acrescentou.

Agora, o Brasil disputará, na próxima quarta-feira (26), a Presidents Cup, entre os times que não se classificaram para as oitavas de final.

“A equipe foi aguerrida o tempo todo, sempre brigou pelo resultado e a classificação, mas, infelizmente, não veio. Temos uma partida depois de amanhã contra a Arábia Saudita, que é um jogo bem aberto”, explicou Helinho.

A equipe brasileira iniciou a trajetória no torneio ao ser superada pela Espanha na estreia por 29 a 21. Depois, se recuperou e venceu a Tunísia (36 a 29) no jogo seguinte, mas foi surpreendida pela Rússia (23 a 20) na última sexta-feira. Na sequência, a Seleção bateu Burkina Faso por 37 a 17 no último domingo.

Enquanto a Macedônia venceu Rússia (29 a 22) e Burkina Faso (48 a 20) nos dois primeiros jogos e depois perdeu para Tunísia (32 a 27) e Espanha (36 a 25) antes de enfrentar o Brasil.

Gols do Brasil: Leonadro Abrahão (4), Patrick (4), André Amorim (3), Márcio (3), Guilherme da Silva (3), Marcos Vinícius Vieira (3) e Gabriel Ceretta (3). Gols da Macedônia: Taleski (7), Velkovski (6), Shilegov (5), Kuzmanovski (4), Arsenovski (4), Neloski (1) e Palevski (1).

Resultados – grupo C

Terça-feira (18)
Espanha 29 x 21 Brasil
Tunísia 50 x 17 Burkina Faso
Macedônia 29 x 22 Rússia

Quinta-feira (20)
Brasil 36 x 29 Tunísia
Espanha 31 x 26 Rússia
Macedônia 48 x 20 Burkina Faso

Sexta-feira (21)
Rússia 23 x 20 Brasil
Espanha 38 X 12 Burkina Faso
Tunísia 32 X 27 Macedônia

Domingo (23)
Tunísia 29 X 29 Rússia
Espanha 36 X 25 Macedônia
Brasil 37 X 17 Burkina Faso

Segunda-feira (24)
Espanha 25 X 21 Tunísia
Rússia 45 X 9 Burkina Faso
Macedônia 28 X 23 Brasil

317275_717853_brasil_burkina_web_

A Seleção Júnior Masculina de Handebol venceu Burkina Faso, neste domingo (23), por 37 a 17 (17 a 8 no primeiro tempo) no Campeonato Mundial da categoria, disputado na Argélia. O confronto foi válido pelo grupo C da competição.

O Brasil tomou conta do jogo desde o início e foi para o intervalo com nove gols de diferença no placar. Já no segundo tempo, a Seleção aumentou a vantagem no marcador e não teve grandes problemas para ficar com a vitória.

Depois de ser superada pela Espanha na estreia por 29 a 21, a equipe brasileira se recuperou e venceu a Tunísia (36 a 29) no jogo seguinte, mas foi surpreendida pela Rússia (23 a 20) na última sexta-feira. Agora, conquista sua segunda vitória na competição.

Enquanto Burkina Faso, que disputa um Mundial da modalidade pela primeira vez, ainda não conheceu o primeiro triunfo no torneio. A seleção africana estreou com derrota contra a Tunísia e depois também perdeu para Macedônia (48 a 20) e Espanha (38 a 12) antes de enfrentar o Brasil.

“No jogo contra Burkina Faso, a gente precisava acertar algumas coisas, principalmente na parte defensiva. Não jogamos muito bem o primeiro tempo, cometemos alguns erros, levamos alguns gols que não deveríamos ter tomado. No intervalo do jogo, eu pedi um pouco mais de concentração, principalmente na parte defensiva e aí a gente conseguiu defender bem melhor e contra-atacar. Então, deu uma diferença bem melhor no placar”, disse o técnico Helio Lisboa Justino, o Helinho.

O Brasil tem quatro pontos e ocupa a quarta colocação do grupo C, contra nenhum ponto de Burkina Faso, que está em sexto. Com a vitória, a Seleção mantém vivo o objetivo de se classificar para as oitavas de final da competição. Na segunda-feira (24), a equipe brasileira faz o último jogo na fase de grupos e enfrenta a Macedônia, às 14h.

“O jogo de amanhã, contra a Macedônia, será bastante difícil. Nossa possibilidade é de vencer ou vencer. Se a gente perder o jogo, vamos ficar em quinto e, vencendo, a gente passa em segundo no grupo. Foi um grupo bastante equilibrado, e a equipe da Macedônia é bastante forte. Temos que tomar bastante cuidado com o lateral e com o central, que são jogadores que definem o jogo”, afirmou Helinho.

“Se a gente conseguir defender bem, tenho certeza que vamos conseguir sair com o resultado positivo. Vai depender também muito da cabeça da molecada. Eles já estão com a cabeça bastante focada e concentrada e acredito que amanhã vamos conseguir a classificação”, concluiu.

Gols do Brasil: Guilherme Torriani (10), Cauê (5), Henrique Petter (4), Guilherme da Silva (4), João Guilherme (4), Edney (3), Márcio (2), Patrick (2), Pedro Paulo (2) e André Amorim (1). Gols de Burkina Faso: Tiendrebeogo (11), Ouedraogo (2), Sawadogo (2), Nadziga (1) e Poda (1).

Programação – grupo C
*Horário de Brasília

Terça-feira (18)
Espanha 29 x 21 Brasil
Tunísia 50 x 17 Burkina Faso
Macedônia 29 x 22 Rússia

Quinta-feira (20)
Brasil 36 x 29 Tunísia
Espanha 31 x 26 Rússia
Macedônia 48 x 20 Burkina Faso

Sexta-feira (21)
Rússia 23 x 20 Brasil
Espanha 38 X 12 Burkina Faso
Tunísia 32 X 27 Macedônia

Domingo (23)
Tunísia 29 X 29 Rússia
Espanha 36 X 25 Macedônia
Brasil 37 X 17 Burkina Faso

Segunda-feira (24)
10h – Espanha X Tunísia
12h – Burkina Faso X Rússia
14h – Macedônia X Brasil

Quarta-feira (26)
Oitavas de final

Quinta-feira (27)
Quartas de final

Sábado (29)
Semifinais

Domingo (30)
Finais

A Seleção Júnior Masculina de Handebol conquistou, nesta quinta-feira (20), a primeira vitória no Campeonato Mundial, disputado na Argélia. Contra a Tunísia, a equipe teve uma grande atuação e fechou o placar em 36 a 29 (18 a 11 no primeiro tempo). O resultado foi muito importante para o objetivo da equipe de se classificar para as oitavas de final.

317059_717164_image_web_

Leonardo Abrahão, capitão (Divulgação IHF)

Depois de passado o nervosismo da estreia, o Brasil conseguiu encaixar bem seu padrão de jogo diante dos atuais campeões africanos, que apesar de fazer um jogo forte, tiveram dificuldades para passar pela defesa verde e amarela. Os contra-ataques também foram bem mais aproveitados, fazendo com que a equipe dominasse o placar a maior parte do tempo.

“A equipe jogou muito bem o primeiro tempo. Tivemos poucos erros defensivos. Nossa profundidade aumentou em relação ao jogo da Espanha e facilitou alguns roubos de bola e uma transição mais rápida. Aí conseguimos fazer gols mais fáceis. Por isso, abrimos um pouco até o intervalo”, descreveu Helio Lisboa Justino, o Helinho, técnico do Brasil.

“No segundo tempo, eu tinha pedido um pouco mais de concentração e para mantermos o foco defensivo. Nos primeiros dez minutos, fomos bem, mas, depois disso, a defesa caiu um pouco. Eles encostaram no placar, chegaram a baixar para três gols a diferença. Eu pedi tempo e conseguimos abrir seis novamente. Voltamos concentrados e deu tudo certo. Foi um bom jogo. A equipe está de parabéns”, continuou.

Brasil e Tunísia fazem parte do grupo C, que conta também com Espanha, Macedônia, Rússia e Burkina Faso. Na primeira rodada, o time brasileiro sofreu um resultado negativo contra os espanhóis, por 29 a 21.

O próximo jogo da Seleção será já amanhã às 10h, contra a Rússia. Os russos até agora sofreram uma derrota para a Macedônia e uma para a Espanha. “Amanhã teremos um jogo duro com a Rússia. É uma equipe com jogadores muito grandes e uma defesa 6:0 bem postada. Temos que trabalhar bem a bola nesse sentido e manter nossa defesa aguerrida como hoje, com uma profundidade um pouco maior, já que são mais pesados. Espero que possamos manter a concentração e fazer um bom jogo”, finalizou Helinho.

Gols do Brasil – Leonardo Dutra (9), Gabriel (6), Guilherme Silva (4), Edney (3), Márcio (3), Leonardo Abrahão (3), Caue (1) e João Guilherme (1). Gols da Tunísia: Zaied (10), Ben Abdallah (6), Ben Dhia (3), Ghachem (3), Maaref (3), Ben Chick Ahmed (2), Bouttefahah (1) e Mzoughi (1).

Programação – grupo C
*Horário de Brasília

Terça-feira (18)
Espanha 29 x 21 Brasil
Tunísia 50 x 17 Burkina Faso
Macedônia 29 x 22 Rússia

Quinta-feira (20)
Brasil 36 x 29 Tunísia
Rússia 26 x 31 Espanha
16h – Macedônia x Burkina Faso

Sexta-feira (21)
10h – Brasil X Rússia
12h – Espanha X Burkina Faso
14h – Tunísia X Macedônia

Domingo (23)
12h – Tunísia X Rússia
14h – Macedônia X Espanha
16h – Burkina Faso X Brasil

Segunda-feira (24)
10h – Espanha X Tunísia
12h – Burkina Faso X Rússia
14h – Macedônia X Brasil

Quarta-feira (26)
Oitavas de final

Quinta-feira (27)
Quartas de final

Sábado (29)
Semifinais

Domingo (30)
Finais

O próximo desafio da seleção será diante da Tunísia, na quinta-feira (20)

316824_716501_image_web_

A estreia do Brasil no Mundial Júnior Masculino de Handebol da Argélia, nesta terça-feira (18), mostrou uma geração jovem e cheia de talento. Os primeiros adversários foram os espanhóis, últimos campeões europeus, que impuseram um duro embate. A equipe verde e amarela se saiu bem, mas não conseguiu segurar o placar e foi superada por 29 a 21 (15 a 9 no primeiro tempo).

Preparados para o estilo de jogo dos oponentes, os brasileiros fizeram bem a lição de casa e conseguiram aplicar uma boa defesa, com predominância do estilo 5:1, também usado pelos europeus. No entanto, o ataque não funcionou como deveria e fez a diferença já no primeiro tempo, quando os adversários conseguiram abrir seis gols. Na segunda parte, o Brasil tentou manter o ritmo. Porém, com alguns erros importantes, perdeu grandes chances de reverter o placar.

“Começamos bem nos primeiros 15 minutos. A partir dos 20 do primeiro tempo, caímos um pouco em consequência de algumas trocas. Quem entrou não manteve o mesmo ritmo. Isso deu uma diferença de seis gols no intervalo”, comentou o técnico da seleção brasileira, Hélio Lisboa Justino.

“Quando voltamos para o jogo, a vantagem se manteve, mas nós erramos muito nas finalizações. Criamos várias opções, deixamos os jogadores em posição de um contra o goleiro, mas o goleiro deles acabava defendendo. Essa foi a principal diferença. Conseguimos defender e roubar bolas, como estamos acostumados defensivamente, mas pecamos um pouco nas finalizações”, continuou Helinho.

As duas equipes fazem parte do grupo C, junto com Burkina Faso, Macedônia, Tunísia e Rússia. Na mesma chave, a Tunísia derrotou Burkina Faso por 50 a 17. Os tunisianos são os próximos adversários do Brasil, na quinta-feira (20), às 12h (horário de Brasília).

No grupo A do Mundial, estão Alemanha, Chile, Coreia do Sul, Hungria, Ilhas Faroé e Noruega. Na chave B, Dinamarca, Egito, Eslovênia, França, Qatar e Suécia. E Argélia, Argentina, Croácia, Islândia, Kazaquistão e Marrocos compõe o grupo D.

Gols do Brasil – Leonardo Abrahão (8), André (3), Leonardo Dutra (3), Marcio (2), Guilherme (2), Gabriel (2) e Edney (1). Gols da Espanha – Gomez Abello (7), Odriozola (5), Dujshevaev (4), Marquez Coloma (2), Muñoz de la Peña (2), Castro Pena (2), Fernandez Alonso (2), Folques Ortiz (2), Fernandez Fernandez (2) e Nieto Marcos (1).

Programação – grupo C
*Horário de Brasília

Terça-feira (18)
Espanha 29 x 21 Brasil
Tunísia 50 x 17 Burkina Faso
10h – Macedônia x Rússia

Quinta-feira (20)
12h – Brasil x Tunísia
14h – Rússia x Espanha
16h – Macedônia x Burkina Faso

Sexta-feira (21)
10h – Brasil X Rússia
12h – Espanha X Burkina Faso
14h – Tunísia X Macedônia

Domingo (23)
12h – Tunísia X Rússia
14h – Macedônia X Espanha
16h – Burkina Faso X Brasil

Segunda-feira (24)
10h – Espanha X Tunísia
12h – Burkina Faso X Rússia
14h – Macedônia X Brasil

Quarta-feira (26)
Oitavas de final

Quinta-feira (27)
Quartas de final

Sábado (29)
Semifinais

Domingo (30)
Finais