O Brasil conquistou, nesta segunda-feira (19), sua segunda vitória no Campeonato Pan-Americano Adulto Feminino de Handebol, que está sendo disputado em Buenos Aires, na Argentina. Depois de estrear derrotando os EUA, a seleção passou pela Colômbia com placar de 46 a 12 (20 a 7 no primeiro tempo).

A seleção brasileira mostrou sua superioridade técnica desde os primeiros minutos, com uma defesa forte, anulando as linhas de passe das adversárias. Apesar de precipitar algumas bolas, conseguiu abrir boa vantagem no placar.

Na segunda etapa, o Brasil se encaixou ainda mais no jogo. O primeiro gol das colombianas saiu apenas com cinco minutos, e elas só conseguiram balançar as redes cinco vezes. Do outro lado, as brasileiras conseguiam imprimir contra-ataques fortes, alguns em ligações diretas entre Babi e o ataque – a goleira, aliás, foi muito bem do confronto.

“Hoje, sabíamos que não jogaríamos com uma equipe tradicional e um certo conforto fez com que tivéssemos alguns erros na defesa e também de finalização. Defensivamente, tivemos erros de comunicação no chute da armadora esquerda. Mas no segundo tempo a defesa foi mais agressiva, que é o que queremos, deixar o ataque adversário sem tempo para pensar. ”, avaliou o treinador da seleção, Sérgio Graciano.

A goleira Jéssica, que defendeu o gol brasileiro no primeiro tempo, também destacou a força do País na defesa. “Acho que estamos conseguindo manter uma consistência defensiva. Estamos trabalhando isso desde o Quatro Nações e precisamos manter isso principalmente para o Mundial. Estamos fazendo 6-0 nos dois tempos, para ter bastante entrosamento com terceira, segunda e primeira jogadoras.”

Gols do Brasil: Bruna (2); Samira (4); Dani Joia (4); Tamires Araújo (6); Ana Paula (2); Jéssica Quintino (7); Tamires Costa (2); Duda (1); Amanda Caetano (1); Mayara (2); Dayane (5); Deonise (2); Mariana Costa (artilheira do jogo, com 8); e Patricia Silva (1).

O Pan-Americano está sendo disputado por dez equipes, divididas em dois grupos. No A, estão Paraguai, Colômbia, Brasil, Estados Unidos e Porto Rico. No B, Chile, República Dominicana, Argentina, Guatemala e Uruguai. As duas melhores seleções de cada chave se classificam para as semifinais. Os três primeiros colocados garantem vaga no Mundial da Alemanha, em dezembro.

Anúncios