314281_709758_img_5962_web_

Técnico interino Sérgio Graciano (Cinara Piccolo/Photo&Grafia)

O técnico interino da Seleção Feminina de Handebol, Sérgio Graciano, definiu nesta terça-feira (13) as 16 jogadoras que vão defender o Brasil no Campeonato Pan-Americano de Buenos Aires, na Argentina, de 18 a 25 de junho.

O País será representado pelas goleiras Babi e Jéssica; as armadoras Amanda, Bruna, Deonise, Duda e Patrícia; as centrais Ana Paula, Dani Joia e Mayara; as pontas Dayane, Jéssica Quintino, Mariana Costa e Samira; e as pivôs Tamires Anselmo Costa e Tamires Morena de Araújo. A capitã será Babi. A delegação viaja no sábado (17).

“Nesse primeiro momento, temos que arrumar nosso setor defensivo, fazer com que menos bolas sejam arremessadas pelos adversários e exijam tanto das nossas goleiras. Fizemos as escolhas em função disso. Mas lembramos que nenhuma está fora do processo para próximas convocações. Queremos dar o máximo de oportunidade a mais meninas para que possamos ter uma Seleção Brasileira forte já neste ano e, principalmente, em Tóquio-2020”, destacou Graciano.

O treinador – que está no cargo de forma interina até agosto, quando o espanhol Jorge Dueñas assumirá o comando – avaliou as principais características da equipe que vai disputar o Pan-Americano em Buenos Aires na próxima semana. A competição continental dá três vagas para o Campeonato Mundial da Alemanha, em dezembro.

“Ficou um grupo bem aguerrido, com características defensivas bastante boas e que continua com uma transição rápida da defesa para o ataque. Temos uma Seleção bacana de se trabalhar, com jogadoras dedicadas. O trabalho está evoluindo, estamos conseguindo implantar algumas novidades na defesa, o que demanda muito treino. Mas as meninas são muito rápidas no raciocínio, inteligentes, e estão absorvendo muito bem.”

 

Anúncios