O Hollanda/GHC/Maurício de Nassau/Codó (MA) e o Handebol Maracanã (CE) conquistaram as duas vagas da Conferência Nordeste para as quartas de final da Liga Nacional Masculina de Handebol.

Na etapa final da região, disputada este fim de semana em Codó (MA), os donos da casa foram os primeiros colocados e os cearenses os segundos. A terceira colocação ficou com o Português/AESO (PE) e a quarta com o Grêmio (BA), porém, estas duas não se classificam.

A última rodada, realizada neste domingo (12), definiria as posições e foi digna de grandes finais. Primeiro, o Maracanã (CE) teve trabalho para passar pelo Grêmio (BA), mas conseguiu fechar o placar em 23 a 21 (13 a 12 no primeiro tempo), com artilharia de Wallison Silva, com oito gols.

Na sequência, Hollanda/GHC/Maurício de Nassau/Codó (MA) e Português/AESO (PE) fizeram um jogo equilibrado do início ao fim e o placar demonstrou toda essa igualdade, terminando empatado em 25 gols. Romário Dias, de Codó, e João Paulo Souza, do Português, dividiram artilharia com oito gols cada.

O técnico de Codó, Giuliano Ramos, comemorou a classificação, após uma disputa tão acirrada. “Empatamos o jogo em 25 a 25 e conseguimos a classificação em primeiro lugar do grupo. Foi uma partida muito boa, com equilíbrio do início ao fim, como eu já tinha previsto. Conquistamos nosso objetivo. É muito gratificante. Estou muito feliz. É um prêmio para o nosso trabalho de base. Uma equipe que veio da escolinha há poucos anos. Estou satisfeito com a realização desse grande trabalho. Agradeço a todos os envolvidos. Foi uma imensa conquista”, resumiu.

Márcio Esmero, também da equipe de Codó (MA), comentou sobre o jogo duríssimo que decidiu os classificados para a próxima etapa. “Foi um jogo muito duro, como já era de se esperar, com o Português, que tem muita tradição no Nordeste, com um forte handebol e o trabalho que eles desempenham. Mas, conseguimos impor a velocidade e o jogo que planejamos. Durante todo o tempo, foi uma partida muito equilibrada, além de ser um jogo nervoso porque haviam três equipes na disputa da classificação. Por isso, cada gol valia muito. Conseguimos a classificação na primeira vez que disputamos a Liga Nacional, que este ano veio com um novo formato. Conseguimos ficar entre os melhores do País. Ficamos muito felizes em poder contribuir com o desenvolvimento da região leste do Maranhão e também do Piaui. Esperamos cada dia nos fortalecer mais, com nosso empenho, com a dedicação da equipe, e que nós possamos alçar cada vez mais a voos mais altos.”

Tabela
*Horário local

Sexta-feira (11)
Português/AESO (PE) 28 x 30 Handebol Maracanã (CE)
Hollanda/GHC/Maurício de Nassau/Codó (MA) 38 x 30 Grêmio (BA)

Sábado (12)
Português/AESO (PE) 23 x 22 Grêmio (BA)
Hollanda/GHC/Maurício de Nassau/Codó (MA) 28 x 25 Handebol Maracanã (CE)

Domingo (13)
Handebol Maracanã (CE) 23 x 21 Grêmio (BA)
Hollanda/GHC/Maurício de Nassau/Codó (MA) 25 x 25 Português/AESO (PE)

Anúncios