O Taubaté Handebol encerrou sua participação no Super Globe, o Mundial Masculino de Handebol, realizado na semana passada, no Qatar com a 7ª posição entre oito equipes participantes. A equipe, que representou as Américas na competição pela quarta vez consecutiva, bateu o Sydney University HC, da Austrália, por 35 a 23 (20 a 11 no primeiro tempo) na terceira e última partida disputada.

Num formato de mata-mata simples, a tabela do torneio foi cruel com os taubateanos. Na rodada inicial, equivalente às quartas de final, os brasileiros tiveram pela frente o Kielce, da Polônia. Derrota por 33 a 30.

No jogo seguinte, válido já somente para efeito de classificação de 5º a 8º, nova derrota, agora para o Esperance, da Tunísia, por 32 a 20. Na última partida, veio a única vitória no torneio, diante da equipe considerada a mais fraca entre as 8.

“Foi o campeonato mais difícil dos quatro anos que nós participamos. Um altíssimo nível de jogo, com muitos times fortes. As duas equipes do Qatar têm contratado muita gente. Sobre os europeus não temos o que dizer, são sempre fortes. O time da Tunísia também é muito bom”, disse o técnico do Taubaté, Marcus ‘Tatá’.

Das quatro participações do Taubaté Handebol no Super Globe, esta foi a pior classificação final já conquistada.

 

Anúncios