290837_628213_image_web_
A Seleção Feminina de Handebol incendiou a Arena do Futuro nesta segunda-feira (8). Na segunda rodada dos Jogos Olímpicos do Rio, garantiu uma vitória com muita categoria diante da Romênia e colocou o público mais uma vez dentro da quadra. No placar, simplesmente o dobro de gols de vantagem, algo inimaginável para as donas da casa, que têm consciência do equilíbrio da competição. Mas, o Brasil realmente arrasou as romenas, fez tudo que podia e mais um pouco e decretou uma vitória incontestável por 26 a 13 (14 a 9 no primeiro tempo).

Uma fera na defesa, ponto alto da Seleção Nacional, a equipe mostrou a que veio desde o início. Após roubar a bola no primeiro ataque da Romênia, o Brasil fez um rápido contra-ataque e abriu o placar com Ana Paula. As romenas impuseram uma defesa agressiva, mas mesmo assim, a equipe da casa conseguiu se manter forte, abriu quatro gols e levou a diferença por mais da metade do segundo tempo. Um momento crítico foi a desqualificação da armadora Duda Amorim, grande força no ataque e defesa. Mesmo assim, o time verde e amarelo não se abalou e seguiu em frente com a ajuda do público. Quase no final da primeira parte chegou a abrir seis gols. No final, a Romênia conseguiu diminuir a diferença para cinco.

Embaladas pelo ritmo da torcida e continuando a impor uma defesa muito forte, as brasileiras conseguiram fazer nove gols de vantagem, puxadas pela agilidade da central Ana Paula. A Romênia perdeu totalmente o ritmo e não encontrava mais espaço no ataque. Nem mesmo a armadora eleita a melhor atleta do Mundo em 2915, Cristina Neagu, foi capaz de passar pela fortaleza brasileira. Totalmente sem saber o que fazem a Romênia na desistiu, mas não conseguiu alcançar mais as anfitriãs no marcador.

Muito emocionada, a ponta direita Alexandra Nascimento, que fez também uma grande partida comentou sobre o feito da equipe. “Conseguimos esquecer o passado e jogamos com o coração. Hoje quem jogou aqui foi o Brasil, com essa torcida espetacular, que arrepia. O Morten nos lembrou já no final que conquistamos mais dois pontos, mas que temos muito pela frente ainda. Já vamos pensar no próximo jogo.”

O técnico Morten Soubak lembrou que a Romênia é uma equipe muito dura de se vencer e que o Brasil já teve muitas dificuldades contra o País recentemente. “Estamos muito satisfeitos por conseguir vencer este jogo hoje. Perdemos para a Romênia no último Mundial na Dinamarca. Foi um jogo muito duro contra elas. Elas mereceram aquela vitória. Agora nos encontramos de novo e foi bom conseguir essa vitória e mais dois pontos. Mas ainda temos que buscar mais para garantir nossa classificação para as quartas de final”, disse o técnico.

Na próxima rodada, na quarta-feira (10), o Brasil, que agora soma dois pontos, volta a jogar pela manhã, às 9h30, contra a Espanha, que hoje sofreu uma derrota para a Noruega de virada.

Gols do Brasil: Ana Paula (8), Alexandra (4), Deonise (4), Samira (2), Duda (2),
Dara (1), Daniela (1), Fernanda (1), Jéssica (1), Bárbara (1) e Francielle (1). Gols da Romênia: Neagu (6), Geiger (2), Manea (2), Elisei (1), Vizitiu (1) e Chiper (1).

Tabela e resultado do grupo A

Sábado (6)
Brasil 31 x 28 Noruega
Montenegro 19 x 25 Espanha
Romênia 19 x 23 Angola

Segunda-feira (8)
Espanha 24 x 27 Noruega
Brasil 26 x 13 Romênia
21h50 – Angola x Montenegro

Quarta-feira (10)
9h30 – Brasil x Espanha
11h30 – Romênia x Montenegro
16h40 – Noruega x Angola

Sexta-feira (12)
9h30 – Brasil x Angola
14h40 – Romênia x Espanha
16h40 – Montenegro x Noruega

Domingo (14)
9h30 – Brasil x Montenegro
16h40 – Noruega x Romênia
19h50 – Espanha x Angola

Anúncios