Quase ao final da fase de treinamentos que faz na Dinamarca, a Seleção Masculina de Handebol enfrentou pela segunda vez a equipe da casa, nesta quarta-feira (20), desta vez em um jogo-treino fechado. O importante teste terminou com placar favorável aos anfitriões: 35 a 31 (19 a 14 no primeiro tempo), mas os brasileiros mais uma vez mantiveram um bom ritmo e, principalmente, conseguiram treinar ações que estão sendo planejadas para os Jogos Olímpicos do Rio.

289188_623171_img_3461_web_
Sem visar especificamente ao placar, os dois treinadores combinaram de dividir a partida de forma diferente, para treinar ações de jogo de olho na utilização das novas regras implantadas recentemente pela Federação Internacional de Handebol (IHF). “Foi um jogo de treinamento e acho que fomos muito bem. Conseguimos fazer 31 gols. Eles também conseguiram fazer muitos gols contra nós, principalmente no primeiro tempo que decidimos jogar com sete atletas de linha nos dois times, para experimentar a regra nova. Eles acabaram com vantagem sobretudo nos arremessos de ponta e porque erramos alguns arremessos claros no centro do gol. No segundo tempo ganhamos, acho que estivemos melhor concentrados. A possibilidade de recuperar algumas bolas na defesa nos ajudou. Estivemos também mais sérios no ataque. Conseguimos ficar próximos do placar e acho que foi uma boa prova”, detalhou o técnico Jordi Ribera.

O central Diogo Hubner apontou aspectos positivos e negativos e lembrou que a equipe ainda tem um bom trabalho pela frente até a estreia nos Jogos Olímpicos. “Foi um jogo-treino para experimentar. Conseguimos ver coisas boas do nosso time, uma boa evolução. Voltamos a pecar um pouco na finalização, mas acredito que foi muito válido. Acho que estamos dando um passo de cada vez, evoluindo bastante. Acho que vamos chegar muito bem na estreia contra a Polônia nos Jogos Olímpicos, lembrando que ainda temos muito trabalho a fazer. Isso nos deixa mais tranquilos, porque ainda temos o que evoluir.”

No sábado (16), as duas equipes fizeram um amistoso em Kolding, com direito a público e transmissão pela TV. O Brasil dominou a partida quase todo o tempo, mas no final a Dinamarca conseguiu se aproximar e acabou empatando o placar em 26 a 26, após vitória brasileira no primeiro tempo por 17 a 15.

A equipe retorna ao Brasil na sexta-feira (22) e volta a se reunir no dia 27 já no Rio de Janeiro (RJ).

Anúncios