287724_618508_229010_421085_img_1387_web_

Millena Braga, ponta (Anderson Stevens/Photo&Grafia)

As Seleções Masculina e Feminina de Handebol de Areia estão trabalhando duro para o Mundial da Hungria, que será realizado em Budapeste, de 12 a 17 de julho. As equipes estão em João Pessoa (PB) desde o dia 20 de junho se preparando para ir em busca do pentacampeonato, pelo masculino, e do tetra, pelo feminino, e viajam para a Europa neste sábado (9).

Além da disputa do principal torneio do ano, os atletas ainda estão competindo por uma vaga no grupo de 10 jogadores que vão defender o Brasil na Hungria, já que o feminino está trabalhando com 16 atletas e o masculino com 17, na Praia de Cabo Branco, em João Pessoa (PB).

“Os treinamentos estão dentro do previsto. A disputa de vaga está intensa, todos estão querendo fazer parte do grupo que vai ao Mundial. Vamos ter essa definição até o fim da semana”, afirmou o coordenador de handebol de areia da Confederação Brasileira de Handebol (CBHb), Stanley Mackenzie, prevendo boas perspectivas para o Mundial. “A expectativa é sempre positiva para os dois naipes. Os treinos estão a todo vapor. Temos três atividades por dia, duas no período da manhã e uma à tarde. Tudo isso para mantermos nossas duas Seleções no melhor nível possível”, acrescentou.

No masculino, o Brasil está na chave A ao lado de Qatar, Ucrânia, Egito, Estados Unidos e Bahrein. Já no feminino, as brasileiras farão a primeira fase no grupo B, junto com Noruega, Polônia, Uruguai, Taipei e Tunísia.

Anúncios