Aventura, diversão e muito trabalho. Essas palavras resumem a semana da Seleção Masculina de Handebol. Desde segunda-feira (27) em Atibaia (SP), os brasileiros tiveram uma semana de atividades diferenciadas. Esqueça os trabalhos na quadra. Na cidade do interior paulista, a equipe brasileira fez atividades como artes marciais, rafting, stand up paddle, trilha e mindfulness, técnica de melhora na concentração.

287565_617812_rally_32_web_
O objetivo da fase de treinamentos foi aprimorar a parte física e unir ainda mais o grupo com atividades coletivas. “Montamos essa fase multidisciplinar com a intenção de aprimorar a parte física dos atletas para eles irem para as atividades de quadra sem lesões ou incômodos que poderiam atrapalhar o trabalho”, disse o preparador físico da Seleção Masculina, Luigi Turisco.

“Trabalhamos o foco e o trabalho em grupo com as atividades. Um atleta ajudou o outro nas tarefas. Queríamos reforçar o coletivo. No rafting, por exemplo, os meninos se alternavam na liderança e carregavam a responsabilidade de manter a segurança do bote e orientar a equipe”, emendou a psicóloga da Seleção Masculina, Anahy Couto.

287565_617813_wro_7692_web_
Na parte de condicionamento físico, os atletas praticaram jiu-jitsu e muai thay na academia Go Fight, subiram a trilha da Pedra Grande, em Atibaia, e, no próprio hotel, fizeram um circuito de atividades que integrou a parte física e o coletivo. Já no rafting, em Socorro (SP), o objetivo principal foi o trabalho em grupo e de liderança na descida do Rio do Peixe. “Pensamos em fazer algo inusitado, mas sem fugir muito do que faríamos de atividade física, para unir o grupo nessa reta final de preparação. Acredito que só vamos conquistar resultados diferentes inovando nos treinamentos”, afirmou Luigi.

Apesar dos atletas não irem para a quadra, o técnico do Brasil, o espanhol Jordi Ribera, também aprovou a semana com atividades diferenciadas. “Essa semana foi importante para unir a equipe e consolidar o grupo. Estamos em um esporte onde o coletivo é muito importante. Há momentos difíceis dentro do jogo que só a força do grupo pode superar. Como todas as atividades necessitaram do trabalho em conjunto, acho que vamos sair muito mais fortes nesse ponto”, frisou Jordi.

A Seleção Masculina deixa Atibaia neste sábado (2) e viaja ainda hoje para Arujá (SP), onde vai realizar até sexta-feira (8) os treinos técnicos e táticos como preparação para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Anúncios