286873_615585_not_grd_0000031700.jpg_web_ (1)A Seleção Júnior Feminina participou de momento histórico na noite de quinta-feira (23). A equipe foi a primeira a treinar no Centro Nacional de Desenvolvimento do Handebol, em São Bernardo do Campo (SP). Inaugurado no dia 7 de junho, o espaço é o único no Brasil construído especialmente para o handebol e será utilizado tanto pelas Seleções Olímpicas quanto pelas categorias de base, ajudando imensamente na preparação de atletas e profissionais da área. No primeiro momento, apenas as quadras do complexo estão sendo utilizadas.

O técnico da Seleção Júnior, Daniel Suarez, o Cubano, comemorou o fato de “inaugurar” a quadra do Centro Nacional de Desenvolvimento. “É um privilégio estar aqui. Esse espaço vai acrescentar muito para o handebol brasileiro. Ter um centro de treinamento desta magnitude somente para a modalidade é muito bom. Estamos muito gratos por sermos a primeira Seleção aqui. Temos um Mundial pela frente, que é uma responsabilidade muito grande para nós, e vamos tentar retribuir da melhor forma possível”, afirmou.

Assistente técnico da Seleção Júnior, Isaias Oliveira, também ficou muito contente com o novo espaço. “A estrutura é fantástica. É um sonho que estamos vendo se realizar. Vamos entrar para história como a primeira Seleção a aproveitar desse espaço maravilhoso”, complementou.

O Brasil permanece hospedado em São Bernardo do Campo até dia 1º de julho, quando viaja à Rússia para disputar o Mundial da modalidade, de 2 a 15 de julho, em Moscou. No período, a equipe vai fazer todos os treinamentos no Centro e ainda realizará jogos-treino contra São Bernardo/Metodista (SP), Vegus/Guarulhos (SP), São Caetano (SP) e Osasco (SP).

Sobre o Centro Nacional de Desenvolvimento – O espaço conta com área total de 6,900 m² dividida em três blocos. Fazem parte da estrutura do Centro duas quadras, vestiários, restaurante, refeitório, academia, sala de fisioterapia, escritórios e alojamento para 132 pessoas, com capacidade para abrigar quatro Seleções ao mesmo tempo. Ao todo, foram investidos cerca de R$ 14,5 milhões na construção, sendo R$ 2,5 milhões da Prefeitura de São Bernardo de Campo e R$ 12 milhões do Ministério do Esporte. Antigamente, no local funcionava o clube da Volkswagen, referência na região. Com a iniciativa da construção do Centro, a prefeitura cedeu o terreno que abriga também os centros de Ginástica e Atletismo. No primeiro momento, apenas as quadras do complexo estão sendo utilizadas.

Seleção Júnior Feminina

Goleiras: Alice Fernandes da Silva (Pinheiros – SP) e Maitê de Lima Dias (Apahand/UCS/Caxias – RS).

Centrais: Daniele de Santana (Português/AESO – PE), Gabriela Romero Moraes (Pinheiros – SP) e Mikarla Miranda (Abluhand – SC).

Armadoras: Bruna de Paula (Instituto Buzzo Sport/São José dos Campos – SP), Juliana Lima (Apahand/UCS/Caxias – RS), Mariane Fernandes (São Bernardo/Metodista – SP) e Talita Alves Carneiro (AAU – Handebol Concórdia – SC).

Pontas: Aline Bednarski (Hebraica – SP), Ana Claudia Bolzan (AAU – Handebol Concórdia – SC), Ana Luiza Borba (AAU – Handebol Concórdia – SC), Marilene de Souza (Instituto Buzzo Sport/São José dos Campos – SP) e Nicole Luz Damascena (Pinheiros – SP).

Pivôs: Camila Maia (Português/AESO – PE) e Lígia Costa (Pogon Szczecin – Polônia).

Comissão técnica

Técnico: Daniel Suarez “Cubano”
Auxiliar técnico: Isaias Oliveira
Treinadora de goleiras: Camila Dionizio
Preparador físico: Fausto Steinwandter
Fisioterapeuta: Eduardo Ruhling
Nutricionista: Julia Bargieri
Supervisora: Cláudia Monteiro do Nascimento

Anúncios