217044_386170_fernanda

Fernanda França, ponta esquerda, é uma das convocadas (Foto: Arquivo/CBHb)

Em contagem regressiva para briga por uma medalha nos Jogos Olímpicos do Rio, a Seleção Feminina de Handebol se prepara para mais uma fase de treinamento, a primeira após conhecer a chave em que irá disputar a primeira fase da principal competição do ciclo.

De 26 de maio a 10 de junho, o técnico Morten Soubak irá reunir 20 atletas para um período na Europa, com treinamentos na Áustria e jogos na Dinamarca e Eslováquia.

Segundo o treinador, a escolha dos adversários dos jogos preparatórios não é por eles terem estilo parecido com algum adversário das Olimpíadas e sim para que o Brasil possa colocar em prática as estratégias que vem preparando para a competição. “Se as outras fases já eram importantes, essa será ainda mais, pois já conhecemos nossos adversários”, frisou Morten. “Nessa etapa vamos continuar trabalhando com as ideias novas que temos implantado e que têm a ver com as novas regras. Todas as equipes estão preocupadas com isso. Mas, vamos continuar nosso trabalho de acordo com nosso planejamento.”

O País fará parte do grupo que terá, Angola, Espanha, Montenegro, Romênia e a atual campeã Noruega. Se chegar às quartas de final, irá cruzar com os classificados do grupo B, que conta com Coreia do Sul, Argentina, Suécia, Rússia, Holanda e França.

Esta será mais uma fase importante para a definição das 14 convocadas para Rio 2016. Como ainda conta com uma grupo mais amplo, Morten terá que fazer uma avaliação criteriosa de olho nas possibilidades do Brasil nos Jogos.

Duas atletas chamam atenção na lista de convocadas. O retorno da central Mayara Moura e da armadora esquerda Juliana Malta, que retornam de lesão. Para Morten, estas são duas atletas que têm totais condições de estar entre as 14 que irão ao Rio. “As duas estão voltando de cirurgia, mas têm feito um excelente trabalho de fisioterapia. Eu estou muito contente com a evolução delas no tratamento. Elas estão correndo contra o tempo e brigando para estar no grupo”, afirmou.

Depois da fase na Europa, a Seleção terá um período de treinamento no Brasil em junho e outra em julho, já às vésperas dos Jogos Olímpicos.

CONVOCADAS – Seleção Brasileira Feminina

Goleiras – Bárbara Arenhart (Nykobing F. Handboldklub- Noruega), Jéssica Silva de Oliveira (São Caetano-SP) e Mayssa Pessoa (CSM Bucaresti-Romênia).

Armadoras – Deonise Fachinello (CSM Bucaresti-Romênia), Eduarda Amorim (Gyor Audi ETO KC-Hungria), Jaqueline Anastácio (SG BBM Bietigheim-Alemanha) e Juliana Malta Varela de Araújo (MKS Zaglebier Lubin-Polônia).

Centrais – Ana Paula Rodrigues Belo (CSM Bucaresti-Romênia), Deborah Hannah Pontes Nunes (Pinheiros-SP), Francielle Gomes da Rocha (Hypo Nö-Áustria) e Mayara Fier de Moura (Pinheiros-SP).

Pontas – Alexandra Nascimento (Baia Mare-Romênia), Célia Costa Coppi (Metodista/São Bernardo-SP), Fernanda França (CSM Bucaresti-Romênia), Jéssica Quintino (MKS Selgros Lublin-Polônia), Larissa Fais Munhoz Araújo (AAU – Handebol Concórdia-SC) e Samira Rocha (OGC Nice-França).

Pivôs – Daniela Piedade (Siofok KC-Hungria), Fabiana Diniz (SG BBM Bietigheim-Alemanha) e Tamires Morena Lima de Araújo (Gyor Audi ETO KC-Hungria).

Anúncios