272630_568673_img_20151217_123407_web_
Os atletas da Seleção Masculina de Novos (formada por jovens com idade juvenil) estão tendo uma grande oportunidade de integração com os jogadores da equipe Adulta. Os dois times estão concentrados no SESI de Blumenau (SC) para a última fase de treinamentos do ano, que vai até a próxima terça-feira (22).

Apesar de não estarem fazendo as atividades de quadra juntos, o contato dos mais jovens com os mais experientes é importante, principalmente para os novos talentos, que enxergam os atletas do Adulto como espelhos. “Gosto muito do Maik. Ele atuava no Pinheiros, que é o meu clube, e desde pequeno o assistia em quadra. É sensacional estar aqui e ver os goleiros treinando ao vivo. Eles fazem o difícil parecer fácil. Gosto muito de acompanhar os outros goleiros treinarem também. São estilos de jogo diferentes e sempre aprendemos alguma coisa nova”, disse o goleiro Murillo Santana, de 18 anos.

272630_569098_img_20151218_173914_web_
O atleta também elogiou o trabalho realizado pelo técnico da Seleção Masculina, Jordi Ribera, que sempre olha com atenção para as categorias de base. “Queremos mostrar trabalho e o Jordi passa para nós o que a Seleção Adulta faz no dia a dia. Isso é muito bom, já que, no futuro, quem estará na Seleção principal serão os jovens de hoje. Se um dia chegarmos lá, estaremos bem preparados”, completou Murillo.

Outro jovem talento que está contente com a oportunidade é o pivô Jonas Alves, também de 18 anos. “Estamos aqui com os melhores do Brasil e temos que aproveitar o momento. Fazemos um treino de alto nível. É muito puxado, mas é sempre bom ser convocado e estar aqui com o Jordi e a comissão técnica. A experiência que adquirimos é muito grande”, afirmou ele, confessando que ficou contido nos primeiros trabalhos com o treinador espanhol. “A primeira vez que fui convocado pelo Jordi fiquei um pouco nervoso, mas ele é super tranquilo e hoje é um prazer estar treinando com o Jordi”, declarou o jogador, que atuou na Liga Nacional pela ADJF/Independência Trade/MRS (MG).

Assim como os demais atletas, Jonas também vê referências no time Adulto. “Como sou pivô, admiro muito o Vinícius e o Tchê, mas converso bastante com o Thiagus e ele me ensina bastante. Ele é mestre na defesa e também gosto muito de jogar na posição. O aprendizado é muito grande”, frisou.

Anúncios