Tainara Luna, jogadora da Metodista/São Bernardo (SP) (William Lucas/Photo&Grafia)

Tainara Luna, jogadora da Metodista/São Bernardo (SP) (William Lucas/Photo&Grafia)

As armadoras Tainara Luna e Bruna de Paula têm muito o que comemorar. As duas foram surpreendidas com a notícia que estavam convocadas para Seleção Feminina de Handebol, que fará uma fase de treinamentos no arquipélago das Canárias, na Espanha, de 4 a 12 de outubro.

Enquanto a fase com a Seleção não chega, as duas atletas continuam focadas na Liga Nacional Feminina. Tainara atua pela Metodista/São Bernardo (SP), líder da competição, e Bruna, que é a atual artilheira do campeonato, com 33 gols marcados, joga pelo São José (SP), quarto colocado. Até a data da viagem à Espanha, as duas equipes têm mais três jogos, já pelo segundo turno da Liga Nacional.

Antes dos treinos na Europa, as duas jogadoras só haviam sido chamadas pelo técnico Morten Soubak para uma fase de treinamentos com atletas que atuam no Brasil, em agosto, em São Caetano do Sul (SP). Tainara e Bruna agradaram ao treinador e agora aguardam com ansiedade a chegada do próximo mês para integrar o time principal do Brasil.

“Foi algo totalmente inesperado. Fui para a fase de treinamentos em São Caetano do Sul, mas não esperava que viria tão cedo uma convocação para o time principal. Foi uma surpresa muito boa e gratificante, mas sempre estive trabalhando e me dedicando para isso”, afirmou Tainara, que tem 27 anos.

“Estava em casa no computador e não acreditei quando vi o email da Rita (Orsi, supervisora da Seleção Feminina). Foi uma surpresa muito boa, fiquei muito feliz. Realmente não esperava”, emendou Bruna, que completa 19 anos no próximo dia 26 de setembro.

Além da chance de ficar ao lado das brasileiras que atuam na Europa, as novas caras da Seleção ainda terão a experiência de treinar junto com a Suécia, que também estará na Espanha para se preparar para o Mundial da Dinamarca junto com o Brasil.

“Será uma grande oportunidade treinar com as meninas que jogam na Europa. São atletas que eu me espelho, como a Duda, que é da mesma posição que a minha. Será muito diferente para mim, mas vou poder aprender muito com elas e pegar outro ritmo com os treinos em conjunto com a Suécia, que tem estilo de jogo totalmente diferente do handebol praticado no Brasil. A expectativa é de aprender bastante e brigar por um lugar no grupo”, disse a armadora da Metodista/São Bernardo (SP).

Bruna de Paula é a artilheira da Liga Nacional (Wander Roberto/Photo&Grafia)

Bruna de Paula é a artilheira da Liga Nacional (Wander Roberto/Photo&Grafia)

Já Bruna, também espera aproveitar a chance para colher ensinamentos com as jogadoras mais experientes e agora pretende fazer o máximo para estar no Mundial da Dinamarca. “Espero aproveitar o momento. Nunca treinei com as brasileiras que jogam na Europa. Espero aprender bastante com elas. Será muito legal estar lá na Espanha. Ficarei lado a lado com as minhas ‘ídolas’. Com essa chance vou lutar também para estar no Mundial. Se tiver a oportunidade será perfeito. Vou treinar muito e fazer o meu melhor para estar lá”, declarou a atleta do São José (SP).

Depois da fase de treinamentos na Espanha, a Seleção Feminina ainda faz um último encontro no Brasil, no Torneio Quatro Nações, que será realizado no fim de novembro, como preparação para o Mundial da Dinamarca, quando defende o título de campeã.

Fonte: Assessoria da CBHb

Anúncios