Metodista/São Bernardo (SP) x Vasco/FAB (RJ) (William Lucas/Photo&Grafia)

Metodista/São Bernardo (SP) x Vasco/FAB (RJ) (William Lucas/Photo&Grafia)

Equipes de Santa Catarina e de São Paulo saíram de quadra com vantagem na noite desta quinta-feira (17) pela Liga Nacional de Handebol, nos naipes masculino e feminino.

Enquanto a ADI/Slice/APM Terminals/Itajaí (SC) ganhou do Unopar/Paiquerê FM/Blindex/Londrina (PR) pelo grupo A da competição masculina, a Metodista São/Bernardo (SP) venceu o Vasco/FAB (RJ) pela feminina. Os jogos dos dois naipes têm sequência neste sábado (19).

Entre os homens, a partida foi válida pela chave A e disputada no Ginásio Gabriel João Collares, em Itajaí (SC). Itajaí Unopar/Paiquerê FM/Blindex/Londrina fizeram um duelo equilibrado, que fechou no primeiro tempo em 19 a 18 a favor dos donos da casa. Na estreia da equipe na competição, os catarinenses passaram pelos paranaenses por 33 a 32. O artilheiro foi Rodrigo, do time paranaense, com nove gols.

Metodista/São Bernardo (SP) x Vasco/FAB (RJ) (William Lucas/Photo&Grafia)

Metodista/São Bernardo (SP) x Vasco/FAB (RJ) (William Lucas/Photo&Grafia)

Já pelo feminino, a Metodista São/Bernardo (SP) recebeu o Vasco/FAB (RJ) no Ginásio de Handebol Vitório Zanin, o Baetão, em São Bernardo do Campo (SP). Em jogo muito pegado, as paulistas venceram por 23 a 16 (14 a 9 no primeiro tempo). As duas equipes jogaram muito bem na defesa, mas as cariocas perderam muitas chances no ataque. As destaques do duelo foram do time paulista: a goleira Ariadne, que efetuou várias boas defesas, e a armadora Tainara Gonçalves, goleadora da partida com oito gols.

“A nossa defesa a foi o ponto forte em toda a partida. Mesmo com as trocas que fiz no segundo tempo, a equipe manteve a pegada. Foi um grande jogo”, resumiu o técnico da Metodista/São Bernardo (SP), Eduardo Carlone.

Já o treinador do Vasco/FAB (RJ), Ruy Sanches, também destacou a defesa como as principais armas das equipes, mas lamentou os erros cometidos. “O placar baixo significa que as defesas jogaram bem, mas perdemos bolas que não podemos perder. Nós criamos várias oportunidades e não conseguimos concluir. Agora vamos trabalhar dobrado esse tipo de situação, que com certeza funcionará melhor nos próximos jogos”, contou.

A competição segue no próximo sábado (19). Pela chave A masculina, o ItajaÍ (SC) recebe a PM Maringá/Unimed/UEM/Unifamma (PR) no Ginásio da Univali, em Itajaí, às 18h.

Já pelo feminino serão dois jogos. O primeiro deles entre São José (SP) e Metodista/São Bernardo (SP), às 11h, no Ginásio de Esportes do Altos de Santana, em São José dos Campos (SP).

Às 16h, será a vez do Esporte Clube Pinheiros (SP) enfrentar o Vasco/FAB (RJ) no Ginásio Henrique Villaboim, em São Paulo (SP).

Anúncios