Nas decisões das oitavas de final do Mundial Júnior Masculino de Handebol, em Uberaba (MG), deu a lógica. As equipes que haviam se classificado em primeiro e segundo lugares dos grupos na primeira fase garantiram as vitórias e avançaram às quartas de final marcadas para esta quarta-feira (29). A cidade recebeu quatro jogos da etapa eliminatória, todos eles muito equilibrados. No final, deu Egito, Suécia, Romênia e França.

Nesta quarta-feira, o Centro Olímpico de Uberaba irá receber a partida entre Egito e Suécia às 18h, e Romênia e França às 20h30. Mais cedo, haverá a disputa de posições para saber quem ficará de nono a 16° lugar. Às 13h30 a Noruega enfrenta a Rússia, e as 15h45 a Coreia joga com a Tunísia. A Arena Multiuso Tancredo Neves, o Sabiazinho, em Uberlândia (MG), será palco do restante das partidas.

Egípcios viraram jogo contra a Coreia (Foto: Alexandre Motta)

Egípcios viraram jogo contra a Coreia (Foto: Alexandre Motta)

Nesta terça-feira (28), os duelos de vida ou morte em Uberaba começaram com o confronto entre Egito e Coreia do Sul. Até se pode dizer que foi o duelo da força contra a inteligência, já que o ponto forte dos coreanos são as jogadas rápidas e perspicazes. Foi assim que eles levaram o placar na frente durante toda a partida, apesar da diferença ser mínima. Dois erros de ataque dos coreanos permitiram a reação dos egípcios que passaram à frente e administraram a vantagem de um gol. Ao mesmo tempo, os coreanos perderam rendimento e não conseguiram mais reagir. O Egito, puxado novamente pelas armações de Mohab Hossan Mohamed, só cresceu e conseguiu terminar com o placar de 39 a 36 (15 a 17).

A Suécia, atual campeã, talvez seja a equipe mais temida do campeonato e, não é à toa. A equipe nórdica seguiu para as oitavas de final como começou a competição, impecável em todos os fundamentos. Diante de Portugal fez a lição de casa, abriu uma vantagem confortável no início e dificultou a vida dos lusos. Porém, os adversários foram persistentes.

Suécia teve trabalho para passar por Portugal (Foto: Yuri Edmundo)

Suécia teve trabalho para passar por Portugal (Foto: Yuri Edmundo)

No segundo tempo, começaram a encaixar os contra-ataques e fecharam a defesa. O resultado foi um empate em 20 gols. Depois disso, a Suécia teve que correr atrás, voltou a crescer e abrir novamente três gols. Mas, Portugal parecia incansável. As boas defesas do goleiro João Moniz possibilitaram contra-ataques eficientes e a equipe voltou a deixar tudo igual, levando a partida para a prorrogação.

O tempo extra foi uma guerra de nervos que os suecos souberam controlar melhor. Portugal cometeu alguns erros que foram determinantes para o resultado. Ao final, os atuais campeões fecharam o placar em 33 a 30 (17 a 13).

Entre Romênia e Tunísia, o equilíbrio foi do início ao fim. Os romenos bem altos conseguiram manter uma defesa forte o tempo todo, mas os tunisianos compensavam pela agilidade e persistência. O jogo foi levado gol a gol até que a Romênia conseguiu fazer dois bons contra-ataques e bloquear os adversários para terminar na frente. O placar ficou 29 a 27 (15 a 15).

Tunísia e Romênia fizeram duelo equilibrado (Foto: Alexandre Motta)

Tunísia e Romênia fizeram duelo equilibrado (Foto: Alexandre Motta)

A França estava acostumada a ditar o ritmo das partidas e hoje não foi diferente. Bem entrosado como sempre, o time partiu com tudo para cima da Noruega, que teve dificuldade em marcar. Com boas jogadas entre o central e os dois remadores, a França ampliou o placar rapidamente, deixando a Noruega cada vez mais distante da classificação. Nos momentos finais, os noruegueses ganharam fôlego e conseguiram se aproximar um ouço mais, mas não foram páreo para os fortes franceses que finalizaram o marcador em 24 a 20 (11 a 10).

França dominou jogo com Noruega (Foto: Yuri Edmundo)

França dominou jogo com Noruega (Foto: Yuri Edmundo)

Par ver a tabela completa e outras informações sobre a competição que será decidida no sábado (1°), em Uberlândia, basta acessar o site oficial: www.brazilhandball2015.com.

Anúncios