Felipe Borges (Foto: Cinara Piccolo/Photo&Grafia)

Felipe Borges (Foto: Cinara Piccolo/Photo&Grafia)

Totalmente focados em busca do ouro dos Jogos Pan-Americanos do Canadá, a Seleção Masculina de Handebol entrou em quadra com apenas um objetivo, o de vencer o Chile pela semifinal da competição, disputada no Coliseu de Toronto.

A partida foi realizada nesta quinta-feira (23) e fechou com 34 gols para os brasileiros e 24 para os chilenos (19 a 12 no primeiro tempo).

O adversário do Brasil na decisão será a velha rival Argentina, que venceu o Uruguai na outra semifinal.

O confronto valendo o ouro acontece neste sábado (25), às 21h. O canal Record News vai transmitir ao vivo a decisão.

Semifinal contra os chilenos
O Brasil teve um pouco mais de dificuldade no início, enquanto o Chile aproveitou para balançar a rede e bloquear os ataques brasileiros com o goleiro Rene Oliva. Mesmo não sendo a melhor partida dos brasileiros na competição, a partir dos dez minutos os comandados de Jordi Ribera erraram menos e, com bons contra-ataques, fizeram mais gols, abrindo uma boa vantagem. Do lado dos chilenos, os arremessos ao gol não eram tão efetivos e sempre pararam nas mãos do goleiro Bombom.

Apesar do placar elástico, o técnico Jordi Ribera já previa um confronto difícil. “Os últimos jogos que fizemos contra o Chile sempre foram complicados, mas aqui conquistamos uma boa diferença. Hoje acredito que os atletas entraram ansiosos, com a cabeça já na final, e nos faltou um pouco de intensidade na defesa, além dos erros de arremessos fáceis e nos sete metros. Não podemos tirar o mérito do Chile, que fez um jogo bem calculado no ataque e com muitos passes na linha de seis metros, o que atrapalhou nossas jogadas defensivas”, analisou Jordi.

GALERIA DE IMAGENS DO JOGO (Fotos: Cinara Piccolo/Photo&Grafia)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Diogo Hubner, um dos centrais brasileiros, também destacou que esse foi um duelo forte. “Esse foi um jogo duro, apesar do placar elástico. Eles jogaram muito bem fisicamente. O mais importante foi a vitória e a classificação para a final. Queremos conquistar o título que perdemos em Guadalajara (em 2011, contra a Argentina). O nosso pensamento é apenas a medalha de ouro”, ressaltou Diogo, de 32 anos.

Mesmo com a derrota, o Chile contou com o artilheiro do jogo: Esteban Salinas, com dez gols. Do Brasil, o destaque foi Oswaldo Guimarães, com cinco.

Gols do Brasil: Oswaldo (5), Chiuffa (4), Vini (4), Thiagus (4), Alemão (3), Borges (3), Diogo (3), Bruno (2), Lucas (2), Teixeira (2), Raul (1) e Zeba (1).
Campanha Brasileira em Toronto
Sexta-feira (17)
Brasil 34 x 17 Canadá
República Dominicana 23 x 33 Uruguai
Argentina 35 x 18 Cuba
Chile 33 x 23 Porto Rico

Domingo (19)
Brasil 38 x 18 Uruguai
Canadá 28 x 25 República Dominicana
Porto Rico 22 x 38 Argentina
Cuba 31 x 31 Chile

Terça-feira (21)
Canadá 17 x 26 Uruguai
Brasil 48 x 18 República Dominicana
Cuba 38 x 23 Porto Rico
Argentina 30 x 23 Chile

Quinta-feira (23)
Canadá 24 x 29 Porto Rico (disputa do quinto ao oitavo lugar)
Brasil 34 x 24 Chile (semifinal)
19h: República Dominicana x Cuba (disputa do quinto ao oitavo lugar)
21h30: Uruguai x Argentina (semifinal)

Sábado (25)
11h30: disputa do sétimo lugar
14h: disputa do quinto lugar
18h30: disputa do bronze
21h: final

Anúncios