258370_520997_11748713_893059224107996_1581631705_n_web_Muita gente tem reclamado que vários esportes dos Jogos Pan Americanos de Toronto, no Canadá, não estão sendo transmitidos pela TV. A culpa, ao contrário do que muita gente nas redes sociais tem dito, não é da Record nem do SporTV, canais que detêm os direitos de transmissão do evento na TV aberta e na TV por assinatura, respectivamente.

Acontece que o Pan de Toronto tem transmissão ao vivo garantida de apenas um terço das modalidades. Outras podem aparecer eventualmente, ou não.

Funciona da seguinte forma: todos os eventos esportivos contam com operadoras oficiais que captam todas as imagens. São elas que repassam os sinais das competições para aquelas emissoras que compraram os direitos de transmissão. No caso do Pan é a CBC (Canadian Broadcasting Corporation).

Portanto, a Record e a SporTV dependem da rede canadense para ter os vídeos ao vivo. Sem isso, é difícil montar câmeras para fazer a transmissão por conta própria.

Segundo reportagem publicada pelo portal UOL, o SporTV gostaria de ter mais eventos para abastecer seus canais, mas depende dos canadenses. Nos bastidores, a Record, detentora dos direitos no Brasil, responsabiliza a Odepa (Organização Deportiva Pan-Americana) por não haver sedes ao vivo em todas as sedes esportivas.

Em resposta à reportagem, a CBC informou que irá fornecer um total de 750 horas de cobertura para a competição. Para se ter uma ideia, os Jogos Olímpicos de Londres-2012 tiveram 5.600 horas de cobertura de esportes.

Segundo a rede canadense, todos os eventos são filmados, mas apenas 16 modalidades são disponibilizadas ao vivo com certeza. São elas: ciclismo de pista, ginástica artística, atletismo (com exceção de provas de ruas), saltos ornamentais, nado sincronizado, natação, hipismo, voleibol, vôlei de praia, boxe, judô, luta greco-romana, taekwondo, karate, basquete, além das cerimônias de abertura e encerramento.

A expectativa é de que pelo menos as semifinais e as finais do handebol tenham transmissão ao vivo.

Em resumo, o Canadá pode até ser “limpinho, bonito e cheiroso”, como diria alguém por aí, mas em termos de transmissão do Pan, estão pisando na bola e deixando muito a desejar. Quem se lembra do Pan do Rio de Janeiro em 2007, sabe que por aqui a coisa foi bem mais completa e profissional.

Anúncios