Cléber Andrade, ponta esquerda (Foto: Wander Roberto/Photo&Grafia)

Cléber Andrade, ponta esquerda (Foto: Wander Roberto/Photo&Grafia)

A Seleção Júnior Masculina de Handebol está na reta final de preparação para o Campeonato Pan-Americano, disputado de 24 a 28 de março, em Foz do Iguaçu (PR).

Desde o último sábado (14), a equipe fará a última fase de treinamentos m São Caetano do Sul (SP) e terá também dois amistosos no período. O técnico Hélio Lisboa Justino, o Helinho, contará com um grupo de 17 atletas, que já vem trabalhando visando os próximos compromissos. Desta vez, segundo ele, a ênfase será no sistema defensivo, fator que pode fazer a diferença contra os adversários.

A ideia é acertar os últimos detalhes para enfrentar os oponentes da competição. Estão confirmadas as Seleções da Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai, Peru e Uruguai.

“Vamos priorizar o trabalho da defesa. Estamos implantando o sistema 5×1, que já é utilizado na equipe adulta e isso requer um pouco mais de treino. É algo que pode facilitar também os contra-ataques e queremos explorar isso”, explicou o treinador que já foi um dos grandes destaques do Brasil em quadra.

Durante a fase de treinamento, a Seleção fará também dois jogos amistosos, um contra a equipe da Metodista/São Bernardo (SP), na terça-feira (17), em São Bernardo do Campo (SP), e outro contra o TCC/Unitau/Fecomerciários/Taubaté (SP), na quinta-feira (19), em Taubaté (SP).

Outro objetivo é também dar sequência ao trabalho que está sendo feito para o Mundial da categoria marcado para este ano. “As questões ofensivas, já temos mais consolidadas. Temos que pensar também no Mundial. Quanto antes aprimorarmos todas essas questões, é melhor para nós”, acrescentou Helinho.

O ponta esquerda Cléber Andrade é um dos mais experientes da equipe, já que sempre faz parte também das convocações para a categoria adulta. Para ele, os últimos dias de trabalho antes do campeonato serão essenciais. “É uma fase muito importante porque quando acabar, já teremos o Pan pela frente. Acho que será uma etapa muito intensa de treinos e vamos acertar detalhes. O bom é que o nosso grupo já se conhece e tem um entrosamento legal. Alguns jogam no mesmo clube e isso facilita quando estamos com a Seleção.”

O jogador, que atua no clube paulista TCC/Unitau/Fecomerciários/Taubaté e foi campeão da Liga Nacional por dois anos consecutivos, acredita no potencial do grupo. “Estamos trabalhando bem forte desde o ano passado. As duas competições que temos esse ano são muito importantes para a nossa Seleção Júnior. Acredito que quando chegar a hora, estaremos prontos para mostrar todo o trabalho que vem sendo feito”, finalizou.

Após uma semana de treinos, a equipe viaja diretamente a Foz do Iguaçu no dia 20. O Pan-Americano tem início no dia 24 e vai até 28 de março. A competição é classificatória para o Campeonato Mundial.

Seleção Júnior Masculina

Goleiros – Gabriel Pedro Silva de Souza (Metodista/São Bernardo-SP), Marcos Vinícios Colodeti (Metodista/São Bernardo-SP) e Rangel Luan da Rosa (ACEU/Univali/FMEBC-SC).

Armadores – Gabriel Ceretta Jung (EC Pinheiros-SP), Gustavo César Rodrigues (EC Pinheiros-SP), Haniel Vinicius Inoue Langaro (EC Pinheiros-SP), Leonardo Felipe Sampaio Santos (EC Pinheiros-SP), Marcos Vinícius Vieira dos Santos (CAIC/GHC/UFPI-PI) e Thiago Alves Ponciano (Unimed/UEM/Maringá-PR).

Centrais – Acácio Marques Moreira Filho (Metodista/São Bernardo-SP) e Gabriel Monteiro do Nascimento (ADI/Alice/FMEL Itajaí-SC).

Pontas – Cléber Antônio de Andrade (TCC/Unitau/Fecomerciários/Taubaté-SP), Fernando Pereira Leite (Metodista/São Bernardo-SP) e Rudolph Hackbarth (ADI/Alice/FMEL Itajaí-SC).

Pivôs – Felipe Venâncio Santaela (EC Pinheiros-SP), Rodrigo Luiz Joench (AERC-Handebol de São José-SC) e Rogério Moraes Ferreira (FAB/Vila Olímpica-RJ).

Anúncios