Jordi Ribera, técnico da seleção brasileira masculina de handebol

Jordi Ribera, técnico da seleção brasileira masculina de handebol

*Reproduzida do site da ESPN

A campanha da seleção brasileira no Mundial de Handebol disputado no Catar terminou nas oitavas de final. Após a derrota por 26 a 25 diante da Croácia neste domingo, o espanhol Jordi Ribera, técnico do time nacional, lamentou o revés e criticou a arbitragem dos locais Mansour Abdulla Al-Suwaidi e Saleh Jamaan Bamutref.

“Hoje foi o jogo mais completo que fizemos. Para mim é um dia triste, acho que meu time merecia mais. Merecíamos a vitória. Melhoramos bastante, tivemos boa performance e chances de vencer importantes equipes. Isso é muito importante para nós”, afirmou.

O Brasil defendeu e atacou de maneira equilibrada, contou com grandes atuações dos goleiros e chegou a terminar o primeiro tempo na liderança (15 a 13). No começo da etapa complementar, no entanto, os croatas tomaram o controle da partida e construíram uma vantagem decisiva no placar.

“O início do segundo tempo, quando tomamos alguns gols, foi muito importante. Depois recuperamos o jogo, mas no final a Croácia foi mais experiente. Estou feliz com nossa performance. Acho que os árbitros estiveram um pouco em pânico com a possibilidade de vencermos, mas não justifico por isso. Dou os parabéns à Croácia”, declarou Ribera.Na primeira fase, a Seleção Brasileira enfrentou Catar (23 x 28) , Espanha (27 x 29), Bielorrússia (34 x 29), Eslovênia (32 x 35) e Chile (30 x 22). O goleiro Rick Miles, responsável por boas defesas diante dos croatas, também lamentou a derrota deste domingo.

“Fizemos uma boa partida do começo ao fim. Algumas coisas foram preponderantes para a vitória deles. Tomamos muitos dois minutos. Crescendo no Mundial, depois da derrota para o Catar, fizemos bons jogos e sabíamos que podíamos ganhar hoje. Estudamos muito a seleção da Croácia, mas acabamos deixando a vitória escapar”, afirmou.

Anúncios