244094_470093_braxchi_11O Brasil está classificado para as oitavas de final do Mundial Masculino de Handebol. O primeiro objetivo da Seleção foi cumprido nesta sexta-feira (23), após a vitória contra o Chile, no Lusail Multipurpose Hall, em Doha, no Qatar.

O placar foi mais apertado do que o esperado e terminou 30 a 22 (12 a 13 no primeiro tempo) no último compromisso da equipe na fase classificatória. Na próxima etapa, os brasileiros irão enfrentar a Croácia, medalha de bronze na edição de 2013.

A partida acontece já no próximo domingo, ainda em horário a ser definido.
Com duas vitórias e três resultados negativos, o Brasil terminou a primeira fase com a quarta colocação. A Espanha, atual campeã mundial, é a primeira, seguida pelo Qatar e pela Eslovênia. Bielorrússia e Chile não se classificaram.

O Brasil entrou em quadra com a obrigação de vencer. Mesmo após ter feito ótimas partidas durante a fase classificatória e ficado perto da vitória contra Qatar, Espanha e Eslovênia, dependia de um bom desempenho contra os rivais da América do Sul para avançar. E, os adversários não facilitaram.

O Chile impôs uma forte defesa um contra um no início da partida e impediu os primeiros contra-ataques brasileiros. Apesar de conseguir defender bem também, a Seleção verde e amarela pecou na hora do ataque e deixou que o Chile conseguisse ficar à frente por praticamente todo o primeiro tempo.

CONFIRA GALERIA DE IMAGENS DA PARTIDA (Fotos: Wander Roberto/Photo&Grafia)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Na segunda parte, o time de Jordi Ribera se acertou em alguns quesitos, mas o Chile continuou dando trabalho, deixando o placar em igualdade. O goleiro Bombom teve um excelente aproveitamento, salvando vários contra-ataques.

Nos últimos 15 minutos de partida, o Chile se mostrou mais cansado e, ao mesmo tempo, o Brasil também subiu de produção, conseguindo colocar a bola no gol com mais facilidade. O resultado foram oito gols de diferença e a vaga nas oitavas.

Jordi Ribera se mostrou aliviado e destacou também o desempenho da equipe adversária que não queria deixar o Mundial sem vencer nenhuma partida. “O jogo foi bem difícil. A cada dia é mais difícil vencer o Chile. Fernando Capurro (técnico chileno) conhece muito bem o Brasil”, frisou o espanhol. “Estávamos muito nervosos no primeiro tempo, com muitos erros no ataque. Depois, conseguimos melhorar. Para nós, a diferença não foi muito grande, mas o que aconteceu nos últimos minutos foi importante. Estamos muito felizes com os últimos minutos. Também estou muito feliz com a classificação para as oitavas. Agora, vamos jogar com a Croácia. Espero que joguemos da mesma forma com que jogamos contra a Espanha e Eslovênia e será possível vencer”, afirmou Jordi.

O central João Pedro Silva foi eleito o melhor da partida. Para ele, o Brasil pecou em muitos aspectos, mas soube se superar no segundo tempo. “Nosso time começou um pouco nervoso, não sei o que aconteceu, mas no segundo tempo nos concentramos mais nos arremessos, que é o que estávamos precisando. Conseguimos acertar os gols e fazer bons ataques para sair vitoriosos e passar à próxima fase”, analisou o jovem atleta de 20 anos.

O comandante do Chile, Fernando Capurro, se mostrou feliz pelo desempenho da equipe contra o Brasil. “Foi um jogo muito bom. Estivemos bem e estou feliz por isso. Porque foi difícil para nós fazermos isso depois de cinco jogos. Estivemos bem nos primeiros minutos, mas depois, Jordi trocou a defesa e foi muito difícil. Só tenho que dar os parabéns à equipe.” Como não se classificou, o Chile agora parte para a disputa da President’s Cup, com as equipes que ficaram abaixo do 16º lugar.

Gols do Brasil: Zeba (7), Borges (5), João Pedro (5), Valadão (3), Lucas (3), Chiuffa (2), Diogo (1), Thiagus (1), Arthur (1), Japa (1) e Teixeira (1). Gols do Chile: Caniu (3), Araya (3), Esteban Salinas (3), Rodrigo Salinas (3), Oneto (3), Diaz (2), Frelijj (2), Ceballos (1), Jofre (1) e Reyes (1).

Confira os jogos do Brasil
*Horário de Brasília

Quinta-feira (15)
Qatar 28 x 23 Brasil

Sábado (17)
Brasil 27 x 29 Espanha

Segunda-feira (19)
Bielorrússia 29 x 34 Brasil

Quarta-feira (21)
Eslovênia 35 x 32 Brasil

Sexta-feira (23)
Brasil 30 x 22 Chile

Oitavas de final

Domingo (25)
Croácia x Brasil (horário a definir)

Anúncios