Equipes catarinense travaram forte duelo

Equipes catarinense travaram forte duelo

Depois de um grande duelo no ginásio poliesportivo Adib Moyses Dib, em São Bernardo do Campo (SP), a equipe do Blumenau/FURB (SC) saiu na frente na disputa das semifinais da Liga Nacional Feminina de Handebol contra o Supergasbras/UNC/Concórdia (SC), com o placar de 18 a 17 (12 a 5 no primeiro tempo).

Blumenau começou dando muito trabalho para a defesa de Concórdia e logo conseguiu abrir uma vantagem bem construída. As atuais campeãs, que estavam desfalcadas das armadoras Silvia Helena e Amanda Andrade, lesionadas, não conseguiram encaixar os contra-ataques e terminaram o primeiro tempo sete gols atrás.

Na segunda parte, Concórdia conseguiu diminuir a diferença substancialmente, investindo forte na defesa e com bons contra-ataques. A goleira Jéssica Oliveira salvou várias bolas e facilitou a vida das atacantes, até que a vantagem das adversárias passou a ser de apenas um gol.

CONFIRA GALERIA DE IMAGENS DA PARTIDA (Fotos: Cinara Piccolo/Photo&Grafia)

Este slideshow necessita de JavaScript.

Para o técnico de Blumenau, Sérgio Graciano, este foi um jogo atípico entre as duas equipes velhas conhecidas. “Foi atípico o que Concórdia fez no primeiro tempo e o que fizemos no segundo. Elas estavam muito passivas na primeira parte e nós muito passivos no segundo. Amanhã temos a vantagem do empate, mas poderíamos ter saído daqui com uma margem um pouco maior para amanhã. Não podemos errar como erramos no segundo tempo”, decretou.

Ele destaca também que retomar a confiança será primordial. “Para amanhã é importante elas terem um pouco mais de confiança nos chutes de meia distância. Temos que tentar. Vamos errar algumas e acertar outras, mas temos que buscar”, completou.

Para Alexandre Schneider, treinador de Concórdia, sua equipe fez dois jogos completamente diferentes no primeiro e no segundo tempo. “Nunca esperava que minha equipe fosse fazer o que fez no primeiro tempo. Acho que entramos com a cabeça sem pensar na semifinal. Sabemos da falta que as nossas jogadoras que estão fora fazem. Estamos com algumas jovens que estão jogando a Liga Nacional pela primeira vez. A responsabilidade pesa e a ansiedade atrapalhou no primeiro tempo. No segundo, voltamos para o jogo. Tivemos algumas ações com mais velocidade no ataque, alguns deslocamentos que fizeram a diferença e a defesa melhorou também”, descreveu.

Ele ressalta que amanhã será uma nova história e Concórdia precisa esquecer os erros de hoje para sair com a vantagem. “Para amanhã, temos que esquecer o primeiro tempo, lembrar só do segundo. Se conseguirmos manter a cabeça no lugar e fazer o que fizemos no segundo, creio que podemos chegar à final”, encerrou.

Gols de Blumenau: Manuela (5), Khateli (4), Luciana (3), Laís (3), Raiana (2) e Marcela (1). Gols de Concórdia: Isabela (7), Isaura (3), Kelly (3), Myllena (2), Talita (1) e Ana Luiza (1).

Anúncios