O Esporte Clube Pinheiros (SP) foi bicampeão do Sul-Americano Cadete Masculino de Handebol. A equipe paulista, que venceu os argentinos por 27 a 19 na final, disputada no sábado (1), fez uma campanha impecável e ganhou todos os jogos.

Pinheiros (SP) foi campeão do Sul-Americano Cadete Masculino

Pinheiros (SP) foi campeão do Sul-Americano Cadete Masculino

O campeonato, que teve início na terça-feira (28), foi realizado em Vale del Cauca, em Bogotá, na Colômbia. Pelo feminino, o clube assegurou a quarta colocação para o Brasil. O Pinheiros (SP) foi o representante do País por ser o atual campeão brasileiro da categoria. Esta oportunidade de intercâmbio com equipes internacionais é oferecida pela Confederação Brasileira de Handebol (CBHb), que optou em levar um clube e não a Seleção da categoria, como é visto em outros países.

Sobre a final com a Argentina, com vitória brasileira por oito gols de vantagem, o técnico do masculino, Sidney Souza, enaltece que a equipe conseguiu criar ações efetivas, tanto no ataque quanto na defesa. Para ele, conquistar o título foi uma felicidade grande. “Eu fiquei muito orgulhoso do nosso trabalho. Essa é uma oportunidade ótima, tanto para os atletas, que puderam amadurecer, quanto para a comissão técnica”, explica.

Segundo Sidney, o trabalho coletivo fez com que o grupo chegasse no lugar mais alto do pódio, já que os atletas foram fortes e cresceram a cada jogo. “Somos um clube e enfrentamos as Seleções de outros países, por isso o nosso objetivo principal não era o de ser campeão, mas os meninos incorporaram essa ideia e acreditaram até o fim. Foi uma competição com nível alto. Argentina e Chile têm um trabalho sólido. Colômbia e Uruguai estão evoluindo muito também”, garantiu

No masculino, as equipes foram divididas em dois grupos. Os paulistas estavam na chave A, ao lado de Colômbia, Peru e Uruguai. Na B estavam Argentina, Chile e Porto Rico. Já no feminino, o sistema era de pontos corridos e contou com a participação de Argentina, Chile, Colômbia, Paraguai e Uruguai, além do Brasil. As paraguaias, que só foram derrotadas pelas brasileiras, ficaram com o título.

Resultados

Masculino

Terça-feira (28)
Uruguai 17 x 18 Peru
Chile 45 x 16 Porto Rico
Brasil 30 x 15 Colômbia

Quarta-feira (29)
Peru 13 x 40 Brasil
Porto Rico 9 x 43 Argentina
Colômbia 26 x 20 Uruguai

Quinta-feira (30)
Argentina 23 x 18 Chile
Brasil 24 x 10 Uruguai
Colômbia 28 x 21 Peru

Sexta-feira (31)
Brasil 23 x 11 Chile – semifinal
Argentina 38 x 11 Colômbia – semifinal

Sábado (1)
Brasil 27 x 19 Argentina – final
Chile 23 x 15 Colômbia – disputa do terceiro lugar

Feminino

Terça-feira (28)
Uruguai 26 x 16 Chile
Argentina 22 x 14 Brasil
Paraguai 44 x 9 Colômbia

Quarta-feira (29)
Chile 19 x 29 Argentina
Paraguai 16 x 19 Brasil
Colômbia 9 x 32 Uruguai

Quinta-feira (30)
Brasil 27 x 25 Chile
Paraguai 32 x 20 Uruguai
Argentina 30 x 3 Colômbia

Sexta-feira (31)
Colômbia 9 x 37 Brasil
Paraguai 43 x 21 Chile
Uruguai 16 x 23 Argentina

Sábado (1)
Brasil 18 x 20 Uruguai
Colômbia 16 x 33 Chile
Argentina 20 x 30 Paraguai

Anúncios